CARAÁ – A prisão ocorreu na tarde de domingo (9), após a Brigada Militar ter sido acionada via 190 para averiguar um possível estupro de vulnerável de duas vítimas adolescentes de 13 e 14 anos, respectivamente, que estariam junto de seus pais aguardando os policiais no Posto da Polícia Militar do Caraá. Ao fazer contato com as vítimas, uma delas relatou que um homem de 50 anos havia lhe segurado pela cintura e lhe apertado os seios. A outra relatou que o mesmo homem teria tentado lhe beijar duas vezes.
As vítimas e seus responsáveis deslocaram-se juntamente com a guarnição da Brigada Militar até o local do fato onde o homem foi localizado, mas ele negou a denúncia das adolescentes. O conselho tutelar foi acionado, as vítimas seus responsáveis e o acusado foram encaminhados ao hospital local para realização de exames de lesões e posterior a Delegacia de Polícia Civil de Osório, onde o Delegado de plantão, João Henrique Gomes de Almeida determinou a lavratura do auto de prisão em flagrante do acusado.