No último domingo (15), os eleitores dos 23 municípios do Litoral Norte foram as urnas para elegerem os prefeitos, vices e vereadores que vão comandar o Executivo e o Legislativo dos municípios pelos próximos quatro anos (2021-2024). Ao todo, 15 prefeitos tentavam a reeleição e desses, 12 conseguiram a reeleição.

Em Arroio do Sal, Affonso Flávio Angst (Bolão) do MDB foi eleito com 52, 87% dos votos válidos. Ele e o vice Zeca Martins fizeram 3.072 votos. A dupla derrotou Luciano Pinto (Republicanos) e Jerry Pinheiro do PTB, que tiveram respectivamente, 2.557 (44%) e 182 (3,13%) votos. Em Balneário Pinhal, a atual prefeita Márcia Tedesco (PTB) teve uma vitória apertada contra Jorge Fonseca (MDB). Márcia e o vice Alequis Lopes Pinto (PSB) fizeram apenas 199 votos a mais que o seu adversário (3.594 contra 3.395), conquistando 51,42% dos votos válidos.

Em Capão da Canoa, Amauri Magnus (PTB) precisou derrotar cinco candidatos para conquistar a reeleição. Ele e a vice Juliana D’Ávila somaram 12.937 votos, o que equivale a 48,21% dos votos válidos. A chapa terminou 3.125 votos a frente do segundo colocado, Valdomiro Novaski (PDT). Mesmo com a vitória, Amauri segue sem saber se vai poder iniciar um novo mandato, visto que sua candidatura está sub judice até o Superior Tribunal Federal (STF) julgar o recurso apresentado pela chapa contra a decisão que indeferiu a candidatura de Magnus e Juliana, ocorrido na última quinta-feira (12).

Em um cenário semelhante ao de Magnus em Capão, Alex Contini também precisou derrotar cinco adversários para conseguir a reeleição em Cidreira. O candidato do Progressistas, junto com seu vice Elimar Pacheco (PSDB), somou 51,11% dos votos válidos, ficando 1.073 votos a frente do segundo colocado Beto do Litoral (PTB) – 4.142 contra 3.069. Já em Itati, Flori Werb (Progressistas) teve uma vitória arrasadora contra Deroci (MDB). O prefeito reeleito somou 2.099 votos (72,60%) contra 792 (27,40%) do seu adversário.

Em Maquiné, João Marcos, do PDT, conseguiu a reeleição ao derrotar Edinho do Progressistas por uma diferença de apenas 243 votos – 2.487 contra 2.244. João e a sua vice Leninha (PDT) receberam 52,57% dos votos válidos. Em Mostardas houve outro atropelo na disputa pela prefeitura. Moisés Pedone conseguiu a reeleição com 70,60% dos votos. Ao todo, ele e o vice Gilnei Nazareth (Progressistas), somaram 2.826 votos a mais que o adversário, Gabriel (MDB) – 4.842 contra 2.016.

Terra de Areia, Tavares e Três Cachoeiras também tiveram o atual prefeito conseguindo a reeleição com um resultado tranquilo. Em Terra de Areia, Aluisio Teixeira (MDB) e o vice Osvaldo de Matos (MDB) somaram 4.488 votos, o que equivale a 87,06% dos votos válidos. Esse foi o maior percentual entre todos os candidatos a prefeito do Litoral nessa edição. Para se ter uma ideia, o seu adversário, Elisauer Lopes (Republicanos) conseguiu apenas 667 votos, o que equivale a 12,94% do total. Em Tavares, Gardel Araújo do Progressistas derrotou Izabel Rosa do MDB pelo placar de 2.309 a 1.529 votos. O atual prefeito, juntamente com o vice Pretinho (Progressistas), somaram 60,16% dos votos válidos. Já em Três Cachoeiras a diferença foi ainda maior. Flávio Ratinho (Progressistas) conseguiu a reeleição ao derrotar Marco Véio (MDB). Ratinho e e a vice Alzira, somaram 4.755 votos (71,73%) contra 1.874 (28,27%) do seu adversário.

Em duas das cidades mais populosas do Litoral Norte, também houve reeleição dos prefeitos. Em Tramandaí, Luiz Carlos Gauto (Progressistas) teve uma vitória apertada contra o ex-prefeito da cidade Rapaki. A diferença foi apenas de 290 votos – 9.784 contra 9.494. Gauto e o vice Flavio Júnior (PDT) tiveram 42,97% dos votos válidos contra 41,70% de Rapaki. Custodia do PTB, Rodrigão do Solidariedade e Luciano do Gás do Podemos, somaram respectivamente 12,75%, 1,62% e 0,96% dos votos válidos. Vale ressaltar que os 218 votos recebidos por Luciano foram anulados devido ao candidato ter sua candidatura impugnada. Já em Torres, Carlos Souza (Progressistas) teve uma vitória bem mais tranquila. Na disputa contra outros quatro candidatos, ele e o vice Fábio Amoretti (Progressistas) somaram 10.528 votos, o que equivale a 52,14% dos votos válidos.

ATUAIS PREFEITOS  FORAM DERROTADOS

Dois candidatos que tentavam a reeleição para prefeito acabaram sendo derrotados. Em Dom Pedro de Alcântara o atual prefeito Dirceu Machado (PDT) acabou ficando na terceira colocação. A vitória foi de Xande Evaldt (MDB). Ele foi eleito para o cargo ao receber 40,19% dos votos válidos, um total de 877 votos. Márcio Dimer Biasi (Progressistas) que ficou em segundo, com 35,70%. Já o atual prefeito Dirceu, conseguiu 24,11% dos votos válidos. Em Caraá, o atual prefeito Nei Pereira dos Santos (MDB) foi derrotado por Magdiel (PSDB). A diferença foi de 600 votos – 2.337 a 1.737. Reni Machado do Republicanos terminou na terceira colocação com apenas 954 votos ganhos.

OUTROS MUNICÍPIOS

Além de Dom Pedro de Alcântara e Caraá, outras nove cidades da região vão ter um novo prefeito a partir do dia dois de janeiro de 2021. Em Capivari do Sul Leandro Monteiro (PDT) venceu Rodrigo Magni (Cidadania). Ele somou 54, 31% dos votos válidos. Em Imbé, o atual vice-prefeito Ique Vedovato (MDB) derrotou Dr. Leandro (PDT) e Nilton da Presidente (Podemos). Ique somou 7.309 votos, o que equivale a 58,66% dos votos válidos. Já em Mampituba, Pedrão (MDB) derrotou Degão pela diferença de 203 votos – 1.431 contra 1.228. O candidato do MDB somou 53,82% dos votos válidos.

Em Morrinhos do Sul, Marcos Venicios (Progressistas) derrotou Luiz (MDB) pelo placar de 1.498 a 1.386 votos. O candidato vencedor somou 51,94% dos votos válidos. Em Osório, a vitória ficou com o vereador Roger Caputi (MDB). Roger fez mais de três mil votos que o segundo colocado, o atual vice-prefeito Eduardo Renda (Progressistas). Na terceira colocação ficou Hélio Bogado (PSB), que somou 381 votos. Já em Palmares do Sul, Mauricio Muniz (MDB) derrotou quatro adversários para conquistar a vitória. Ao todo, ele fez 3,5 mil votos, o que equivale a 49,79% do total de votos válidos.

Santo Antônio da Patrulha também tem um novo prefeito. Rodrigo Massulo (Progressistas) somou 61,91% dos votos válidos e acabou derrotando Feruzinho (MDB) e Dr. Andrei (PT). Em Xangri-lá, a vitória foi de Celsinho (PTB). Ele venceu os candidatos Atilar Júnior (PDT) e Cleber Praça (PT), ao atingir 60,34% dos votos. E para fechar, mais uma mulher vai comandar a prefeitura de uma cidade do Litoral Norte. Em uma disputa apertada, Lola (Progressistas) venceu Robinho (MDB) é a nova prefeita de Três Forquilhas. A vitória (a mais apertada entre as 23 cidades da região) teve uma diferença de apenas 29 votos – 1.369 contra 1.315. Agora, Lola se junta a Márcia Tedesco (que conseguiu a reeleição em Balneário Pinhal)  como as duas únicas prefeitas do Litoral Norte gaúcho. A seguir os prefeitos eleitos da região.

QUADRO DOS PREFEITOS ELEITOS EM 2020

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é PREFEITOS1.jpg
O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é BLOCOS2.jpg
O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é BLOCOS3.jpg
O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é BLOCOS4.jpg
O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é BLOCOS5.jpg
O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é BLOCOS6.jpg