Devido aos casos humanos de Febre Amarela em Santa Catarina (02 óbitos em Joinville e Itaópolis) e 5 bugios mortos confirmados também para Febre Amarela (Garuva, Joinville- 2, Indaial e Jaraguá do Sul), é de extrema importância que a região litoral do RS melhore sua cobertura vacinal.

As características ambientais são semelhantes ao litoral de SC onde estão acontecendo os casos. Assim o Ministério da Saúde alerta para a vacinação da população, especialmente moradores de locais de mata ou periferia de matas, e aqueles que adentramna mata para esportes e lazer.

A Febre Amarela Silvestre é causada por um Flavivírus, transmitida por mosquito dos gêneros Haemagogusou Sabethes, que causa sintomas como febre, calafrios, náuseas, vômitos, dores musculares, dores abdominais, icterícia e insuficiência renal.

Os macacos bugios são muito sensíveis à infecção. Ficam doentes pela Febre Amarela e morrem. Por isso servem de alerta da circulação viral, pois casos de mortes entre macacos antecedem casos humanos.

A comunicação para a Vigilância Ambiental sobre animais mortos ou doentes auxilia na rápida ação para coleta de amostras laboratoriais e identificação da causa mortis.

O Aedes aegypti também pode transmitir a Febre Amarela em áreas urbanas. Porém nenhum caso ocorrido no Brasil nas últimas décadas foramconsiderados Febre Amarela Urbana.

A cobertura vacinal para Febre Amarela, no município de Osório, ainda encontra-se baixa, 59,87%, pelo SIPNI.

As pessoas devem procurar as salas de vacinas nas Unidades de Saúde para revisão das carteiras de vacinas e verificar se já tem registro da vacina para Febre Amarela, pois muitos foram registrados no antigo sistema de imunizações e esses dados não migraram para o sistema novo.

Conforme o Setor de Epidemiologia do município, a vacina da Febre Amarela deve ser feita em pessoas entre nove meses de idade e 59 anos. Quem tem acima de 60 anos, pode fazer a vacina, mediante indicação do médico.

Deve fazer a vacina quem nunca fez nenhuma dose. Em caso de duvida, o cidadão deve ir a Unidade de Saúde que possui Sala de Vacina ou no Posto Médico Central, tendo consigo a Carteira de Vacinação.

A vacina é encontrada nas Unidades com salas de vacina.

Alerta sobre febre amarela

Em Osório, a cobertura vacinal para Febre Amarela é de 59,87%. Imunização é feita nos Postos de Saúde com Sala de Vacina

Devido aos casos humanos de Febre Amarela em Santa Catarina (02 óbitos em Joinville e Itaópolis) e 5 bugios mortos confirmados também para Febre Amarela (Garuva, Joinville- 2, Indaial e Jaraguá do Sul), é de extrema importância que a região litoral do RS melhore sua cobertura vacinal.

As características ambientais são semelhantes ao litoral de SC onde estão acontecendo os casos. Assim o Ministério da Saúde alerta para a vacinação da população, especialmente moradores de locais de mata ou periferia de matas, e aqueles que adentramna mata para esportes e lazer.

A Febre Amarela Silvestre é causada por um Flavivírus, transmitida por mosquito dos gêneros Haemagogusou Sabethes, que causa sintomas como febre, calafrios, náuseas, vômitos, dores musculares, dores abdominais, icterícia e insuficiência renal.

Os macacos bugios são muito sensíveis à infecção. Ficam doentes pela Febre Amarela e morrem. Por isso servem de alerta da circulação viral, pois casos de mortes entre macacos antecedem casos humanos.

A comunicação para a Vigilância Ambiental sobre animais mortos ou doentes auxilia na rápida ação para coleta de amostras laboratoriais e identificação da causa mortis.

O Aedes aegypti também pode transmitir a Febre Amarela em áreas urbanas. Porém nenhum caso ocorrido no Brasil nas últimas décadas foramconsiderados Febre Amarela Urbana.

A cobertura vacinal para Febre Amarela, no município de Osório, ainda encontra-se baixa, 59,87%, pelo SIPNI.

As pessoas devem procurar as salas de vacinas nas Unidades de Saúde para revisão das carteiras de vacinas e verificar se já tem registro da vacina para Febre Amarela, pois muitos foram registrados no antigo sistema de imunizações e esses dados não migraram para o sistema novo.

Conforme o Setor de Epidemiologia do município, a vacina da Febre Amarela deve ser feita em pessoas entre nove meses de idade e 59 anos. Quem tem acima de 60 anos, pode fazer a vacina, mediante indicação do médico.

Deve fazer a vacina quem nunca fez nenhuma dose. Em caso de duvida, o cidadão deve ir a Unidade de Saúde que possui Sala de Vacina ou no Posto Médico Central, tendo consigo a Carteira de Vacinação.

A vacina é encontrada nas Unidades com salas de vacina.