p18p7ap0h5ma9imcisid9c1dgu5O quarto dia de greve dos caminhoneiros em função do aumento do diesel começou com manifestações nas rodovias gaúchas e com postos sem combustíveis. Porto Alegre começa a sentir uma das consequências da greve de motoristas em todo o país com estabelecimentos que não têm condições de fornecer gasolina e etanol. Além da Capital, outras 18cidades estão na mesma situação, segundo informações da Sindipetro.

Na Capital gaúcha, os postos que tem combustível para vender registram filas, outros estão vazios, sem movimento. A situação é semelhante em Bagé, Bento Gonçalves, Cachoeira do Sul, Canela, Canguçu, Caxias do Sul, Encantado, Erechim, Gramado, Igrejinha, Novo Hamburgo, Osório, Pelotas, Santa Vitória do Palmar, São Leopoldo, Torres, Três Coroas e Uruguaiana.

Nessa quarta-feira, o dia de protestos no Rio Grande do Sul foi marcado pela tensão. Ocorreram bloqueios para a passagem de caminhões e queimas de pneus em alguns trechos. A paralisação também tem trazido transtornos, como cargas que não conseguem chegar ao seu destino e estão gerando desabastecimentos de alimentos e combustíveis em algumas cidades.

 

 

www.correiodopovo.com.br


There is no ads to display, Please add some