Redução das atividades ocorreu após governo federal congelar recursos da corporação

 

As atividades da Polícia Rodoviária Federal (PRF) de policiamento ostensivo e fiscalização com radar foram retomadas no Rio Grande do Sul. As ações haviam sido suspensas em julho para contenção de gastos. Os serviços voltaram a ser realizados na última terça-feira (15), depois que o governo federal descongelou cerca de R$ 33 milhões da corporação no país. Há previsão de que outros R$ 40 milhões sejam disponibilizados. A superintendência do Rio Grande do Sul receberá mais informações sobre os valores disponibilizados para o Estado na tarde desta sexta-feira (18).

Durante o mês de julho deste ano, por exemplo, a ronda nas estradas federais gaúchas foi totalmente suspensa. Apenas ocorrências graves eram atendidas. As fiscalizações com radar caíram mais de 40% no período. O número de multas reduziu mais de 50% em julho de 2017, na comparação com o mesmo período de 2016.

Desde março a PRF já estava cortando gastos, depois que um decreto federal determinou redução de 43% no orçamento da corporação. Porém, as atividades de policiamento ostensivo e fiscalização por radar foram suspensas no início de julho.

A PRF gaúcha informou, ainda, que pretende retomar nos próximos dias as ações com helicópteros da corporação no Estado e atividades administrativas, como serviços de internet, telefone e limpeza, que tiveram redução de 25%.

RÁDIO GAÚCHA