Com o intuito de qualificar e modernizar a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) da cidade, foi assinada na última sexta-feira (22), no gabinete do prefeito Roger Caputi, a ordem de serviço para execução do sistema completo de fósforo total de efluente da ETE. O valor investido no empreendimento será de R$ 4,4 milhões. Participaram da assinatura o prefeito Roger Caputi, o vice-prefeito e secretário municipal de Obras Martim Tressoldi, o deputado estadual Gabriel Souza, o diretor de Expansão da Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan) Julio Hofer, além de secretários municipais e representantes da Superintendência Regional Litoral da Corsan. O próximo passo será a execução do projeto. 

O prefeito Roger Caputi, destacou a importância da assinatura da ordem de início para modernização e melhoria do tratamento da ETE de Osório. Ele disse ainda que esse novo equipamento buscará atender a demanda do esgoto do município. “Nos próximos meses inicia a obra de instalação do equipamento que vai modernizar a nossa ETE. Isso é muito importante para Osório e vai resolver uma questão essencial para toda população, que é o tratamento do esgoto da cidade”, frisou Roger Caputi.

O diretor de Expansão da Corsan, Julio Hofer, ressaltou que o módulo terciário, como é tecnicamente conhecido, dará um tratamento adicional ao processo e vai melhorar e qualificar a ETE de Osório. “É uma tecnologia nova e uma exigência nova. Essa assinatura da ordem de serviço trará em breve para ETE um equipamento moderno. É um investimento de tecnologia, para a solução de um problema de longa data aqui do município de Osório”, destacou Julio.

Demanda do bairro Serramar

Na oportunidade, também foi discutido a questão do abastecimento de água do bairro Serramar. Foi criado na reunião um grupo de trabalho para encontrar uma solução definitiva para esse problema do bairro. “Estamos buscando a construção de uma solução definitiva para o fornecimento de água para o Serramar. Foi montado um grupo de trabalho que começa a partir de agora buscar uma solução definitiva para esse problema que tanto incomoda a população desse bairro”, afirmou o prefeito Caputi.

Foto: PMO