Um grande público formado por profissionais da área de padarias, açougues e mercados participou da Audiência Pública sobre a nova portaria estadual 66/2017, produtos industrializados , na tarde de terça-feira, na Câmara de Vereadores de Osório.

A iniciativa da 18ª Coordenadoria Regional de Saúde e a Vigilância Sanitária de Osório foi uma oportunidade de debater sobre as novas regras e elucidar dúvidas dos representantes de estabelecimentos comerciais de alimentos.

Vários questionamentos marcaram a tarde com ênfase ao fracionamento de carnes e derivados lácteos, fatiamento de salames e queijos.

O Fiscal Sanitário Estadual Paulo Roberto Mansan disse que a audiência superou as expectativas e a orientação é que as pessoas que tenham dúvida procurem a 18ª e Vigilância.

Segundo a Fiscal da Vigilância Sanitária do CEVS, a médica veterinária Fernanda Brito Velho, o evento foi muito importante pela grandeza do debate entre vigilância e comerciantes em torno da produção de alimento seguros oferecido à população

O empresário Ugo Dalpiaz, dos Supermercados Dalpiaz salientou que o encontro, além dos esclarecimentos demonstrou que todos os participantes têm as mesmas questões para resolver. “A intenção é proteger e servir cada vez melhor os clientes”, destacou.

Conforme o empresário Celoir Machado de Borba, do Mercado JC a audiência foi importante pelo fator de abrir espaço para a troca de ideias. “É lei, temos que cumprir, quem quer continuar trabalhando precisa se adequar”.


There is no ads to display, Please add some