QUEBRA-MOLAS foram proibidos de serem aplicados como redutores de velocidade, mas foi esta a alternativa encontrada para o cruzamento entre as vias Av. General Osório e Rua Major João Marques. O trecho é de tráfego intenso devido a caminhões das jazidas e veículos da prefeitura uma vez que o local é próximo da garagem da Prefeitura. O local já teve vários acidentes devido a velocidade excessiva na Av. General Osório e este ponto é o único ponto onde a via não é preferencial.

CICLISTAS jovens que agora encontraram nas bicicletas motorizadas a nova adrenalina para percorrer as ruas da cidade, estão realizando barbaridades em algumas vias a noite. No sábado à noite três jovens, sem qualquer sinalização seja nas roupas ou nas bicicletas para melhor visualização pelos motoristas cruzaram o sinal fechado do semáforo do cruzamento da Rua Marechal Floriano e Rua João Sarmento. As três bicicletas eram motorizadas e em velocidade acima de 20km fizeram “um pega” até o centro da cidade por onde desfilaram no entorno da Praça da Catedral sem qualquer cuidado com o trânsito.

FINAL de semana os osorienses aproveitaram para fazer o churrasquinho amigo. Em frente aos mercados que vendem assados e comida pronta era grande procura formando extensa fila devido às restrições de distanciamento. Por outro lado, alguns bares foram vistos com pessoas bebendo em grupos sem qualquer cuidado de distanciamento. Estes grupinhos de amigos se reuniam no lado de fora, pois o dono do bar buscava manter dentro do estabelecimento as regras determinadas pelos decretos municipais. Mas ao que tudo indica o isolamento social promovido não precisaria ter ocasionado o fechamento de várias empresas e criar dificuldades para as famílias de trabalhadores. O que hoje está se realizando em termos de uso de máscara e higienização é o que seria suficiente se aplicado em março.