RETORNO da Feira do Produtor no último sábado ocorreu debaixo de muita chuva e enormes goteiras da cobertura do Largo. Tudo indica que os R$ 600 mil da reforma do telhado e limpeza do sistema de drenagem não foram eficientes para resolver o problema. Com o que já foi gasto em reformas e na construção a estrutura poderia ter sido outra e de melhor qualidade e paisagismo. Tudo indica que o não barato saiu ainda mais caro. Mas se tratando de recursos públicos tudo sai da “vala comum”.

COMÉRCIO da cidade está funcionando perfeitamente bem diante das restrições e concessões feitas a vários setores que estavam proibidos de comercializarem seus produtos. Se as atuais medidas tivessem sido adotadas desde o começo certamente não haveria a quebradeira geral e desemprego na cidade. Prefeito Renda acertou em permitir maior abertura de estabelecimentos evitando que somente alguns setores prosperem na cidade. Isto demonstra o quanto erraram prefeitos e governadores em promoverem um verdadeiro desmonte da economia de seus municípios que é quem sustenta a máquina pública.

DAER já poderia ir revendo cronograma de reparos novamente na RS 030 no trecho Osório-Tramandaí antes da temporada de veraneio. Vários pontos da via estão com enormes buracos e falta de sinalização de pista nos trechos recuperados. Um dos piores trechos está próximo na Petrobras no sentido Osório-Tramandaí, mas há muitos pontos isolados que precisam de reparos e tem causado susto aos motoristas e motociclistas.