APOLOGIA ao crime feita pelos jornalistas da Rádio Gaúcha Kelly Mattos e David Coimbra no caso do assalto a banco em Criciúma repercutiu mal perante o público ouvinte e principalmente aos anunciantes do programa Timeline. O assunto tomou conta das redes sociais e também dos veículos de comunicação em seus bastidores. Como acreditar que “vidas negras importam” se estes mesmos defensores são os que glorificam a bandidagem e buscam desmoralizar os órgãos de segurança pública. Pior que não é somente este programa, basta assistir os canais abertos de TV e logo se constata a campanha esquerdista de segregação das pessoas, sejam estas pela sua sexualidade, pela raça e cor. Todos são seres humanos e assim é que se deve tratar a todos.

NOVA Ponte sore o rio Guaíba finalmente está sendo aberta parcialmente aos usuários. O empenho do Governo Bolsonaro em concluir obras inacabadas e de relevância para estados e regiões é algo que tem surpreendido a população. O governo petista era a rainha da concepção e mantinha um período de gestação maior do que de um elefante branco para atender a ganância do empresariado e de seus asseclas políticos. Foram obras como estas que eram necessárias há décadas e aproveitando o desejo das populações distribuíram migalhas pelo país afora e ficaram com o miolo das verbas públicas.

OAB Nacional quer que a Anvisa libere vacinas no prazo de 72 horas. Mais uma entidade a apoiar o Dória em aplicar vacina chinesa sem a devida autorização e também comprovação de segurança e eficácia. O país não pode prescindir da seriedade da ANVISA para proteção da saúde pública, pois é por ela que alimentos, remédios, vacinas e tantos outros produtos são certificados para que a população não seja “envenenada” ou venha a ter problemas pela ingestão ou uso de tantos produtos que fiscaliza e certifica. Já a OAB tem demonstrado de uma ineficácia e de serventia para a esquerda política do quem para a melhoria do saber jurídico ou da ordem social em defesa da população. Onde estava a OAB diante do Congresso omisso e ditatorial e de um STF visivelmente de cartas marcadas que desmonta uma Constituição e que tem elementos altamente suspeitos na sua composição. A atual presidência é uma vergonha para a classe dos advogados que faria Rui Barbosa saltar da tumba.