RESULTADO da ação policial na favelado Jacarezinho foi uma demonstração de como os morros do Rio de Janeiro estão preparados para o combate aos órgãos de segurança. Se confirmar o vazamento da operação de dentro do Ministério Público revela que o narcotráfico não está somente nos morros, mas infiltrado no sistema. Ministro do STF, Fachin ao proibir operações policiais nos morros foi pernicioso garantindo à bandidagem criarem seus bunkers e assim formarem o estado paralelo. Esta decisão seria para “salvar vidas” de quem?

QUANDO o Estado se ausenta de parte da comunidade não a enxergando como um todo permite a formação de bolsões de miséria e de bandidagem. Não precisa se ir ao Rio de Janeiro para ver esta situação, em Osório se tem claramente esta situação em menor proporção, mas que está evoluindo. Um lamentável exemplo é a invasão de área junto aos balneários de Atlântida Sul e Mariápolis na divisa com o município de Xangri-lá. O pior de tudo é que muitas das invasões foram incentivadas por captadores de votos, candidatos a vereador em suas promessas eleitoreiras em tempos passados. Como não houve uma intervenção do Estado a área invadida que teve inicialmente 20 famílias logo chegou a mais de 500 tornando-se um problema social gigante.


There is no ads to display, Please add some