19435559Um cachorro foi encontrado pelo Grupamento Operacional Tático e Ambiental (Gotam) de Estância Velha com um facão cravado na cabeça. O caso aconteceu na sexta-feira, dia 10, por volta das 13h, no Bairro das Rosas.

De acordo com o guarda municipal Fernando Souza, a equipe do Gotam recebeu uma denúncia por telefone de que haveria um cachorro vagando no Bairro com uma faca na cabeça próximo da Praça do Engenho.

— Cheguei no local com meu colega e vimos o cachorro assustado, gemendo de dor. Tentamos pegá-lo, mas ele fugiu. Então, resolvemos segui-lo para ver onde até onde ele ia — contou Fernando.

O cão entrou no pátio de uma casa e os guardas o acompanharam. Eles bateram na porta da residência e pediram para os moradores fecharem o portão eletrônico para que eles pudessem pegar o cachorro.

— Quando a mulher saiu de dentro de casa, ela viu que o cachorro com o facão na cabeça era o dela. Se aproximou do cão e ele ficou bem quietinho. Daí pegamos um cobertor para cobri-lo — explica.

Mas o cachorrinho, chamado de Guri, não pode ser levado logo no veterinário. Ele gritava muito de dor.

— Liguei para uma veterinária e pedi que ela fosse ao local para fazer uma anestesia e amenizar o sofrimento dele. Não tinha como colocar o cachorro no carro naquele estado. Ele precisava ser medicado primeiro — salienta Fernando.

A veterinária Tatiana Graebin atendeu o animal, que tem aproximadamente três anos, e passou por uma cirurgia ainda na sexta-feira.

— O guarda municipal teve que me ajudar a tirar o facão da cabeça do cachorro, porque estava cravado no osso craniano, perto do olho direito — relata.

Segundo Tatiana, o Guri foi adotado por essa família há pouco mais de um ano e, como era acostumado a ficar na rua, acabava dando umas escapadinhas de vez em quando.

— Quando o animal é acostumado na rua, demora para se adaptar em pátio fechado — diz.

Ainda de acordo com a veterinária, neste dia o cão teria saído para ir atrás de uma cachorra que estaria no cio.

— Me disseram que o dono dessa cachorra costuma colocá-la na rua quando está no cio por causa dos cachorros que ficam incomodando no seu portão. Mas parece que foi ele mesmo quem atirou o facão no Guri — comenta.

O cachorro está se recuperando bem, mas vai passar por mais uma cirurgia ainda nesta semana para retirar o olho direito.

A Polícia Civil está investigando o caso e pretende indiciar o responsável por maus-tratos e crueldade contra animais.