A Caixa Econômica Federal realizou nesta quinta-feira (16) o pagamento da primeira parcela do auxílio emergencial de R$ 600 a 2.282.321. Puderam receber as pessoas com informações em dia no Cadastro Único de Programas Sociais (CadÚnico). Também na quinta iniciou o pagamento a beneficiários do programa Bolsa Família. Ao todo devem ser atendidos 1.360.024 (um milhão trezentos e sessenta mil e vinte e quatro) beneficiários do programa de transferência de renda.

No caso dos trabalhadores informais, o pagamento será para as pessoas nascidas em maio, junho, julho e agosto, por meio de crédito em poupança digital. Hoje será feito o crédito para 1.958.268 (um milhão novecentos e cinquenta e oito mil duzentos e sessenta e oito) pessoas, nascidas entre setembro e dezembro.

A Caixa informou que até as 17h de quarta-feira (15), 36,3 milhões de cadastros foram finalizados. Também foram creditados R$ 3,2 bilhões a 4,9 milhões de pessoas.

SAQUE EM DINHEIRO

O auxílio emergencial começará a ser sacado em dinheiro no próximo dia 27. Os saques ocorrem conforme o mês de nascimento do beneficiário. As retiradas acontecem no dia 27 para os nascidos em janeiro e fevereiro, no dia 28 para os nascidos em março e abril, 29 para os nascidos em maio e junho, 30 para os nascidos em julho e agosto. Em maio, será a vez de os nascidos em setembro e outubro sacarem o benefício no dia 4; e os nascidos em novembro e dezembro, no dia 5.

O dinheiro pode ser retirado sem a necessidade de cartão em casas lotéricas, caso elas estejam abertas, e em caixas eletrônicos. A Caixa ressalta que não é necessário retirar o dinheiro porque o valor depositado na poupança digital pode ser movimentado por meio do aplicativo Caixa Tem, para pagamento de boletos e contas domésticas e para transferências ilimitadas para contas da Caixa, permitindo até transferências mensais gratuitas para outros bancos nos próximos 90 dias.

BOLSA FAMÍLIA

Os beneficiários do Bolsa Família começam a receber o auxílio emergencial hoje, nos casos em que o valor é mais vantajoso que o recebido pelo programa de transferência de renda. O pagamento será feito para os beneficiários com Número de Identificação Social – NIS 1. Amanhã, será a vez de 1.359.786 famílias com NIS 2. Os valores serão creditados de acordo com o NIS até o dia 30 deste mês, quando será pago para aqueles com NIS 0.

JUSTIÇA SUSPENDE EXIGÊNCIA DE CPF
REGULAR PARA AUXÍLIO EMERGENCIAL

O juiz federal Ilan Presser, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1), suspendeu na noite de ontem (15) a exigência de regularização do Cadastro de Pessoa Física (CPF) para a obtenção do auxílio emergencial do governo durante a pandemia do novo coronavírus. O magistrado deu dois dias para a Caixa retirar a exigência, sob pena de multa diária de R$ 5 mil em caso de descumprimento. Ele atendeu a um pedido de liminar (decisão provisória) feito pelo Pará, com parecer favorável do Ministério Público Federal.

O juiz destacou que a exigência estava provocando filas e aglomerações em agências da Receita Federal, contrariando medidas de distanciamento social adotadas pelas autoridades sanitárias no combate à pandemia.

O auxílio de R$ 600 pode ser pedido por trabalhadores informais, microempreendedores individuais, autônomos e desempregados. O valor pode chegar a 1,2 mil reais no caso de famílias em que a mulher seja a única responsável pelas despesas da casa.

Foto: Omar Luz