A Caixa Econômica Federal liberou nesta quarta-feira (13), o saque do auxílio emergencial nascidos no mês de junho. Cerca de 3,4 milhões de beneficiários do auxílio emergencial e do auxílio emergencial extensão, já podem sacar a última parcela do benefício. Ao todo, foram pagos aproximadamente R$ 2,5 bilhões para esse público nos ciclos 5 e 6 de pagamentos. Desse total, R$ 2,2 bilhões são referentes às parcelas do auxílio emergencial extensão e o restante, cerca de R$ 300 milhões, às parcelas do auxílio emergencial.

O dinheiro havia sido depositado na conta poupança digital em 30 de novembro para os beneficiários do ciclo 5 e em 18 de dezembro para os beneficiários do ciclo 6. Até agora, os recursos podiam ser movimentados apenas por meio do aplicativo Caixa Tem, que permite o pagamento de boletos, de contas de água, luz e telefone, compras com o cartão virtual de débito pela internet e compras em estabelecimentos parceiros por meio de maquininhas com código QR (versão avançada do código de barras).

Para realizar o saque em espécie, é necessário fazer o login no Caixa Tem, selecionar a opção “saque sem cartão” e “gerar código de saque”. Depois, o trabalhador deve inserir a senha para visualizar o código de saque na tela do celular, com validade de uma hora. O código deve ser utilizado nos caixas eletrônicos da Caixa, nas unidades lotéricas ou nos correspondentes Caixa Aqui. Os saques em dinheiro podem ser feitos nas lotéricas, correspondentes Caixa Aqui ou nas agências.

A Caixa criou um calendário específico para os beneficiários que já receberam o auxílio emergencial, mas ainda estão aguardando o saque. A seguir veja o calendário completo de pagamento:

BENEFICIÁRIOSSAQUEBENEFICIÁRIOSSAQUE
Nascidos em julho15/01Nascidos em outubro22/01
Nascidos em agosto18/01Nascidos em novembro25/01
Nascidos em setembro20/01Nascidos em dezembro27/01

EXTENSÃO DO AUXÍLIO

A possibilidade de convocação de sessão legislativa extraordinária do Congresso Nacional vem ganhando o apoio dos senadores. Um requerimento com essa finalidade foi apresentado pelo senador Alessandro Vieira na última quarta-feira (6). A intenção é debater a prorrogação do estado de calamidade pública e do auxílio emergencial e o processo de vacinação no país. O senador está colhendo assinaturas para que o requerimento possa ser protocolado junto à Mesa. Vale ressaltar que o recesso parlamentar vai até o dia 1° de fevereiro, mas a Constituição traz a possibilidade de convocação extraordinária, pela maioria dos membros das duas Casas legislativas em caso de urgência ou interesse público relevante.