A Caixa Econômica Federal pagou mais uma parcela do Auxílio Emergencial. Nesta quarta-feira (11), os beneficiários nascidos em junho receberam o pagamento. Ao todo, 3,6 milhões de pessoas foram contempladas com R$ 1,4 bilhão de reais, em todo o país. Do total, 705,1 mil recebem R$ 459,9 milhões referentes às parcelas do auxílio emergencial (R$ 600). Os demais, 2,9 milhões, são contemplados com a segunda parcela do auxílio emergencial residual (R$ 300), em um montante de R$ 943 milhões.

Os valores já podem ser movimentados pelo aplicativo Caixa Tem para pagamento de boletos, compras na internet e pelas maquininhas de estabelecimentos comerciais. Saques e transferências para quem recebeu o crédito ontem (quarta-feira) vão ser liberados a partir do dia 24 de novembro.

Os ciclos de crédito em conta seguem até dezembro para o pagamento das parcelas definidas pelo Governo Federal para o público com Castro Único (CadÚnico) e para quem se cadastrou pelo aplicativo Caixa ou pelo site (auxilio.caixa.gov.br). Para ver o calendário completo de pagamento do Auxílio Emergencial acesse o site da Caixa: www.caixa.gov.br.

MAIS DE 401 MILHÕES DE PAGAMENTOS

Também nesta quarta-feira a Caixa ultrapassou a marca de 401,1 milhões de pagamentos do Auxílio Emergencial e do Auxílio Emergencial Extensão, beneficiando 67,8 milhões de brasileiros. Os pagamentos somam R$ 248,3 bilhões disponibilizados pelo Governo Federal para amenizar os impactos da pandemia do novo coronavírus na renda da população brasileira.

OUTROS NÚMEROS

Foram processados mais de 109,2 milhões de cadastros para o Auxílio Emergencial. Foram 1,83 bilhão de visitas ao site: auxilio.caixa.gov.br, criado especificamente para o programa; mais de 127 milhões de downloads do app Auxílio Emergencial; mais de 599 milhões de ligações para central telefônica 111 e mais de 267 milhões de downloads do aplicativo Caixa Tem.

AUXÍLIO EMERGENCIAL

O auxílio emergencial foi criado para amenizar os impactos da pandemia causada pelo novo coronavírus na renda da população brasileira. O benefício criado em abril pelo Governo Federal foi estendido até 31 de dezembro por meio da Medida Provisória (MP) nº 1000. O Auxílio Emergencial Extensão será pago em até quatro parcelas de R$ 300 cada e, no caso das mães chefes de família monoparental, o valor é de R$ 600.

A Caixa ressalta que não há necessidade de novo requerimento para receber a extensão do auxílio. Somente aqueles que já foram beneficiados e, a partir de agora, se enquadram nos novos requisitos estabelecidos na MP, terão direito a continuar recebendo o benefício.

Foto: Marcello Casal Jr.