As Câmaras de Vereadores do Rio Grande do Sul gastaram mais de R$ 16 milhões em diárias em 2014. O levantamento é do Ministério Público de Contas (MPC) e foi divulgado em reportagem do telejornal RBS Notícias, da RBS TV, nesta terça-feira (28). Segundo o levantamento, a Câmara de Vereadores de Tramandaí foi a campeã de gastos no período. Foram R$ 500 mil em diárias, combustível e inscrições em seminários, quase todos realizados pela mesma empresa. O atual presidente da Casa, Flavinho Corso (PDT), diz que baixou um decreto para limitar a participação em cursos. Mas, em 2015, essas despesas já passam de R$ 300 mil. As Câmaras de Vereadores de Santo Ângelo e Imbé estão em segundo e terceiro lugar, respectivamente, na lista das que mais gastaram em viagens e cursos. O procurador-geral do MPC, Geraldo da Camino, alerta que a população deve ficar atenta à votação dos orçamentos, que trazem sempre esses valores.

 

CamaraTramandai