Para colaborar com o trabalho de monitoramento dos casos suspeitos de contágio pelo novo coronavírus, o Campus do Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS) está desenvolvendo um sistema web para a Secretaria Municipal de Saúde. Entre os objetivos da informatização estão facilitar o acesso aos dados, possibilitar o cruzamento de informações e agilizar a tomada de decisões no enfrentamento da pandemia.

Segundo o professor de Informática Bruno Fernandes, a iniciativa surgiu para um acompanhamento mais preciso e ágil das pessoas que procuraram atendimento por apresentarem sintomas.

“Os registros dos dados dos pacientes e dos comunicantes, que também precisam ser monitorados, são feitos atualmente numa planilha eletrônica – ferramenta que não facilita o gerenciamento das informações. O sistema web vai possibilitar cadastrar os dados, gerar relatórios e gráficos, além de emitir avisos a cada 48h para acompanhamento dos casos, facilitando o trabalho dos profissionais de saúde do município”, explica Fernandes.

Como todos os dados ficam armazenados num banco de dados, será possível atualizar a situação dos sintomas de cada paciente, garantindo um histórico do acompanhamento de cada caso. Também facilitará a análise de quais apresentam maior risco e devem receber mais atenção, auxiliando a Secretaria de Saúde na tomada de decisões nesse momento de crise.

Além do professor Bruno, também participam do desenvolvimento do sistema: o docente Vinícius Fritzen Machado e o estudante Luan da Silveira de Souza, do quarto ano do curso Técnico em Informática Integrado ao Ensino Médio. O projeto recebe o apoio da prefeitura local por meio da Secretaria de Saúde, do agente administrativo Jeandro Borba e do assessor de Tecnologia da Informação Cesar Camargo.

Crédito: Gabriela Morél/IFRS