21230313Ele atendeu o telefone da Cooperativa de Catadores de Materiais Recicláveis de Assis, cidade do interior de São Paulo com cerca de 100 mil habitantes, dizendo que precisava dar uma “refrescada na cabeça”. Depois de uma campanha entregando santinhos de mão em mão e andando pelas ruas em cima de uma moto, carregando uma caixa de som que pedia voto para os moradores, o catador de materiais recicláveis Nilson Antonio da Silva, 63 anos, o Nilson Pavão, chegou lá: foi eleito com 1.275 votos, o terceiro vereador mais votado da cidade.

Objetivo alcançado, Nilson agora sente o peso do cargo.

— É muita pressão. Gente pedindo emprego pra mim. Eu não tenho emprego pra dar pra ninguém — desabafa o catador, um pouco irritado com as entrevistas que teve de dar desde que foi eleito.