MD_20151026095654obraceee_alimentador_mostardasA CEEE Distribuição (CEEE-D) entrega nesta terça-feira (27), um conjunto de obras que aumenta a qualidade do fornecimento de energia elétrica a uma população de 17,5 mil pessoas dos municípios de Mostardas e Tavares, Litoral Norte. Participam do evento que ocorre às 15h no Auditório Municipal Dr. Mathias Azambuja Velho, na Avenida Bento Gonçalves, 979, em Mostardas, representantes da Direção do Grupo CEEE e da Regional da Companhia de Osório, Secretaria de Minas e Energia do Estado e dos dois municípios beneficiados pelos investimentos que totalizam, em 2015, no valor de R$ 2,6 milhões.

O destaque das obras na região, além de um programa de manutenção executado junto às principais redes de energia foi a construção de 39 quilômetros de rede, com a instalação de 564 postes do alimentador, de energia que atende a localidade de Monte Alegre, a partir da Subestação Mostardas 1. O investimento, de R$ 1,5 milhão e feito em parceria com a Eletrobras, além de reforçar o sistema, propicia uma evolução das áreas produtivas, em especial ao segmento da orizulcutura.

Além desse projeto, foram instalados novos equipamentos (rebaixadora de tensão) e substituídos 11 transformadores no balneário de Mostardas e reforçados sete quilômetros de rede no balneário Pai João. Esse projeto – executado em dois meses numa área de dunas – envolveu recursos na ordem R$ 385 mil e atende diretamente 1.062 clientes.

Melhoria nos indicadores

Segundo o diretor de Distribuição do Grupo CEEE, Júlio Hofer, toda a região será bastante beneficiada com as novas obras no sistema de energia de Mostardas e Tavares. “A população irá peceber esses investimentos com a melhoria de tensão, redução dos desligamentos e possibilidade de evolução no desenvolvimento econômico dos municípios”, destaca.

A CEEE também investiu no primeiro semestre deste ano outros R$ 165 mil em podas, roçadas e desmatamentos, ações importantes para diminuir defeitos que ocorrem pelo contato das árvores com os cabos das redes de energia elétrica. O conjunto de ações também contribui na melhoria dos indicadores de qualidade da Companhia, o DEC (Duração das Interrupções) e FEC (Frequência das Interrupções).

Júlio Hofer acrescenta que ações deste tipo, além de adequações na gestão da Companhia já resultam em efeitos positivos. De janeiro a julho, segundo ele, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aponta a CEEE-D como a empresa que mais evoluiu em indicadores técnicos. Nesse período, em fevereiro, abril, junho e julho, a empresa foi a que teve menor duração das interrupções entre as três maiores distribuidoras do estado.