Celular que estava com amigo de menino afogado em Imbé não tem Pokémon Go

20720111O celular do amigo que acompanhava Artur Bobsin Ferreira, nove anos, que morreu afogado na Lagoa do Armazém nesta segunda-feira, em Imbé, passará por uma perícia. João Pedro Azzi, também de nove anos, tem um aparelho Alcatel One Touch com acesso à internet e plano de dados, mas que não continha o aplicativo do jogo Pokémon Go no momento em que foi recolhido pelo delegado Antonio Carlos Ractz, da Delegacia de Imbé, na manhã desta terça-feira.

Os meninos jogavam bola perto da lagoa no momento em que decidiram entrar em dois caíques amarrados juntos à margem. Desde o momento do acidente, circularam rumores dando conta de que eles estariam caçando os monstrinhos do jogo de realidade aumentada quando seguiram para a água. As famílias dos dois meninos negam essa versão.

– (Logo depois do acidente) juntou muita gente na volta, muito curioso. a gurizada tava falando ‘no minimo tavam pegando Pokémon’ – conta o padrasto de Artur, Edvandro Zambarda, 46 anos, funcionário público.

Segundo Ractz, a perícia vai determinar se o aplicativo chegou a ser instalado no aparelho anteriormente.

– Agora o celular não tem o aplicativo do Pokémon Go, o que não descarta a hipótese de que eles pudessem estar jogando. De qualquer forma, não vou responsabilizar ninguém, não tem crime algum. Foi um acidente, uma brincadeira de criança — afirma Ractz.

Caso a investigação confirme a relação entre o uso do aplicativo e a morte de Artur, o delegado pretende entrar com uma medida judicial para que o jogo seja proibido.

– O meu temor é que, se o jogo foi mesmo utilizado nesse caso, venha a causar outras mortes. Se eles estavam jogando e o jogou levou à morte, isso é gravíssimo. É um aplicativo gratuito, a as crianças não têm discernimento — acrescenta.

João Pedro relatou à polícia que os dois estavam jogando bola quando decidiram brincar nos caíques, soltando as cordas que os prendiam. João Pedro tentava passar para o barco de Artur quando teria se desequilibrado e caído. Artur, que não sabia nadar, teria então pulado na água para tentar salvar o amigo e acabou se afogando. O sepultamento será às 17h em Osório.


There is no ads to display, Please add some