Na manhã desta terça-feira (5), a Polícia Civil, por meio de uma ação realizada pelo Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), prendeu preventivamente o último suspeito de uma chacina ocorrida em uma boate no município de Mostardas em agosto do ano passado.

Na ocasião, criminosos invadiram uma boate situada na estrada de acesso ao farol da solidão e começaram a disparar contra as pessoas que ali se encontravam, tendo sido utilizadas armas de vários calibres como nove, 12 e 40 milímetros. Ao todo cinco pessoas acabaram morrendo e outras quatro ficaram feridas.

O homem de 34 anos foi preso em Balneário Pinhal. Segundo a polícia, o preso está sendo investigado pela autoria de cinco homicídios. Com ele foi apreendida uma espingarda calibre 12 milímetros e munições, motivo pelo qual o alvo também será autuado em flagrante delito pela prática do crime de porte ilegal de arma de fogo.

“A Delegacia de Capturas iniciou uma investigação com o objetivo de encontrar o alvo, que era o último acusado ainda em liberdade, tendo identificado uma residência onde possivelmente ele estaria se escondendo. Sendo assim, 10 policiais do Deic cercaram a casa e localizaram o alvo, efetuando enfim sua prisão”, relatou o delegado Arthur Raldi.

Segundo Raldi, o suspeito preso nesta terça possui um extenso rol de antecedentes criminais, contando com acusações por roubo, adulteração de veículo, associação criminosa, receptação de veículo, entre outros crimes.

O delegado não pode dar mais informações sobre o caso, mas afirmou que o inquérito segue em andamento.


There is no ads to display, Please add some