O governo do Estado, juntamente com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), divulgou na última sexta-feira (9), o levantamento técnico e econômico que detalha as obras e os investimentos que vão ser realizados em cada um dos municípios e rodovias do Litoral, que fazem parte do programa Avançar, que prevê a concessão de 1.131 quilômetros de estradas estaduais à iniciativa privada.

Ao todo, vão ser investidos R$ 10,6 bilhões em 30 anos de concessão, sendo R$ 3,9 bilhões nos cinco primeiros anos, com a implementação de 687 quilômetros de duplicações e terceiras faixas. O bloco 1, que compreende rodovias das regiões Metropolitana e Litoral, além de Gramado e Canela, terá investimentos de R$ 3,9 bilhões durante a concessão. O bloco 2, que reúne estradas do Vale do Taquari, Passo Fundo e Erechim, receberá R$ 3,8 bilhões no período. E o bloco 3, que contempla as rodovias da Serra, terá investimentos de R$ 2,9 bilhões na concessão.

Com as concessões, o governo pretende oferecer uma solução de médio e longo prazo para os gargalos de infraestrutura nas regiões, assim como garantir melhores níveis de serviço e fluidez, reduzir acidentes e gerar emprego e renda. O projeto também prevê 808,6 quilômetros de acostamentos, 831 adequações em acessos, manutenção frequente do asfalto, ampla sinalização, segurança para pedestres, socorro mecânico e médico 24 horas, entre outros serviços.

LITORAL NORTE

RODOVIAS

ERS-040 – Na região a concessão vai ser realizada na ERS-040, nos municípios de Capivari e Palmares. Vão ser investidos na rodovia R$ 549 milhões. Desse total, R$ 136 milhões são para ampliações, R$ 82 milhões são para melhorias e os outros R$ 331 milhões são para serem aplicados em manutenções, recursos e demais investimentos.

Ao todo, vão ser duplicados 53,24 quilômetros dos 83,61 quilômetros da rodovia. Nesse trecho vão ser implantadas oito rótulas alongadas, cinco novas Obras de Arte Especial (OAE) – uma estrutura classificada como ponte, pontilhão, viaduto ou passarela – além de duas passarelas e duas interseções. Vale ressaltar que a rodovia vai permanecer com um posto de pedágio, localizado no quilômetro 51,30, em Viamão. O preço da praça vai variar entre R$ 10,42 e R$ 11,64.

ERS-474 – Também vai ser contemplada a ERS-474, em Santo Antônio da Patrulha (SAP). Desse total, R$ 82 milhões são para ampliações, R$ 50 milhões são para melhorias e os outros R$ 109 milhões para serem aplicados em manutenções, recursos e demais investimentos.

Ao todo, vão ser duplicados todos os 32,64 quilômetros da rodovia. Nesse trecho vão ser implantados cinco alongamentos OAE, quatro novas OAE, uma rótula simples e uma interseção. Vale ressaltar que a rodovia vai contar com um posto de pedágio, localizado no quilômetro 20,17, em SAP. O preço da praça vai variar entre R$ 8,37 e R$ 9,28.

MUNICÍPIOS

Três municípios do Litoral Norte gaúcho vão ser beneficiados com a concessão: Capivari do Sul, Palmares do Sul e Santo Antônio da Patrulha. Em Capivari vão ser investidos R$ 130 milhões para a duplicação de 10,49 quilômetros dos 28,01 quilômetros da ERS-040 que passam pelo município.

Na cidade também vão ser realizadas as seguintes obras: implantação de rótula alongada no quilômetro 56,6; alargamento das pontes sobre o Rio Capivari (Km 61,03) e sobre a Lagoa da Fortaleza – Rancho Velho (Km 80,29); implantação de OAE nos quilômetros 60,47 e 60,61; além de adequação de 30 acessos a rodovia.

Em Palmares vão ser investidos nove milhões de reais nos três quilômetros da ERS-040 que passam pela cidade. Ao todo, vão ser realizadas adequações em quatro acessos do trecho. Já em Santo Antônio, o investimento vai ser investido R$ 220 milhões para a duplicação dos 30 quilômetros da ERS-474. As obras vão ser realizadas nos seguintes trechos: do quilômetro 0 ao 5,74; do quilômetro 5,74 ao 13,67; e do quilômetro 13,67 ao 29,99.

Também vão ser realizados os serviços de implantação de uma rótula simples (Km 0,4); alargamento das pontes e forço estrutural sobre o Arroio Pereira (Km 3,54), a Várzea do Rio dos Sinos (Km 14) e do Rio dos Sinos (Km 14,19), além do viaduto sobre a BR-290 (Km 0); implantação de OAE nos quilômetros 3,52; 11,19 e 14,1; além de adequação de adequação de 43 acessos da rodovia.

Foto: Jefferson Bernardes