As eleições municipais em 2020 nos municípios do Litoral Norte gaúcho foram marcadas principalmente pela disputa entre dois partidos: o Progressistas e o Movimento Democrático Brasileiro (MDB). Das 23 cidades da região, 17 tiveram um prefeito eleito de uma das duas siglas. Esse cenário é bem diferente do atual, que mostra um equilíbrio na distribuição das vagas ocupadas nas prefeituras. Para se ter uma ideia, atualmente o Litoral Norte conta com sete prefeitos do Progressistas, seis do MDB, cinco do PDT, três do PT e dois do PTB. A partir de 2021 o cenário passa a ser esse:
O Progressistas mantiveram o topo do ranking, agora com 10 prefeitos. Um fator foi crucial para isso acontecer foram as reeleições. Desse total, sete prefeitos vão para o segundo mandato. São eles: Alex Contini (Cidreira), Flori Werb (Itati), Moisés Pedone (Mostardas), Gardel Araújo (Tavares), Carlos Souza (Torres), Luis Carlos Gauto (Tramandaí) e Flávio Ratinho (Três Cachoeiras). Além desses, o partido vai passar a comandar o Executivo de três novas cidades.
Em Morrinhos do Sul Marcos Venicios derrotou o atual prefeito Luiz Steffen (MDB). Em Santo Antônio da Patrulha, Rodrigo Massulo derrotou o candidato do atual governo, Ferulinho (MDB). Já em Três Forquilhas, Lola derrotou o atual prefeito Robinho Bobsin (MDB) pela diferença de apenas 54 votos (a menor entre as 23 cidades da região).
Mesmo com as três derrotas para o Progressistas, o MDB conseguiu subir para sete o número de prefeitos, sendo duas reeleições. As reeleições foram em Arroio do Sal com Bolão e Aluísio Teixeira em Terra de Areia. Em Imbé, o atual vice- prefeito Ique Vedovato vai substituir Pierre Emerim a partir de 2021. Vale ressaltar que com o afastamento de Pierre, Ique está como prefeito interino de Imbé.
Em Dom Pedro de Alcântara, Xande derrotou o atual prefeito Dirceu Machado (PDT) e assume a prefeitura do município em 2021. Em Mampituba, Pedrão vai substituir Dirceu Selau do PT. Em Palmares do Sul, Mauricio Muniz vai suceder Paulo Lang do Partido dos Trabalhadores. Já em Osório, Roger Caputi vai assumir a prefeitura municipal após 16 anos de comando do PDT, sucedendo o atual prefeito, Eduardo Abrahão.

OUTROS PARTIDOS
Outros três partidos tiveram prefeitos eleitos no Litoral Norte. O PTB subiu de dois para três prefeitos, sendo duas reeleições. Os reeleitos foram Márcia Tedesco em Balneário Pinhal e Amauri Magnus em Capão da Canoa. Vale ressaltar que Magnus ainda não tem a vitória confirmada, visto que a Justiça impugnou a sua candidatura. Porém Amauri recorreu e o caso segue sendo analisado na Justiça Eleitoral. Além dos dois, o PTB venceu em Xangri-lá. Celsinho derrotou o candidato do governo, Átila Júnior (PDT) e vai comandar o Executivo da cidade nos próximos quatro anos.
O PDT foi o que teve a mudança mais significativa. Dos cinco prefeitos que o partido possui atualmente, o número caiu para dois no próximo quadriênio (2021/2024). Em Maquiné João Marcos conseguiu a reeleição. No município de Capivari do Sul o PDT também vai seguir no comando da prefeitura, só havendo uma troca de nomes. Leandro Monteiro vai assumir o lugar do atual prefeito Marco Cardoso. E para fechar, uma novidade. O PSDB conseguiu eleger um prefeito. Na configuração das prefeituras da região, o partido assume o lugar do PT, que perdeu suas três prefeituras e não conseguiu eleger nenhum candidato. No Caraá, Magdiel derrotou o atual prefeito Nei Pereira dos Santos (MDB) e vai comandar o município a partir de janeiro do ano que vem.


MAPA DE 2020

MAPA DE 2016