Confirmados novos casos de Dengue no Litoral

A cada semana que passa, o número de casos e notificações de suspeita de Dengue têm aumentado em todo o RS. E no Litoral Norte não é diferente. Na segunda-feira (25), Torres confirmou sete casos da doença na cidade, sendo seis autóctones (contraídos dentro do município) e um importado.

O responsável pela Vigilância Ambiental de Torres, o biólogo Lasier França, intensificou o alerta à população em relação aos urgentes cuidados para combater o mosquito Aedes Aegypti, o qual também pode hospedar o vírus transmissor de outras doenças, como Chikungunya e Zica Vírus. Entre as orientações e dicas do biólogo, a recomendação é sempre a mesma: não deixar água acumulada.

Além de Torres, outros municípios da região vêm intensificando as ações de combate ao mosquito. Em Tramandaí, por exemplo, a prefeitura está utilizando um drone para sobrevoar os bairros buscando identificar possíveis focos de proliferação do mosquito causador da doença. “É um trabalho que depende de cada um de nós. Vamos fazer essa varredura em Tramandaí com o drone, mas é fundamental que os moradores realizem a manutenção do seu pátio, verificando vasos com flores, calhas, piscinas e locais que acumulam água”, disse o Coordenador da Vigilância em Saúde da cidade, Victor Ilha.

Em Osório, a Secretaria de Saúde está alertando a população. Segundo a médica veterinária da Vigilância Ambiental e Sanitária Anne Marth, Osório já possui casos confirmados de Dengue, por laboratório, entretanto é necessário a confirmação pelo Laboratório Central de Saúde Pública do Estado do Rio Grande do Sul (Lacen).

Conforme o último Informativo Epidemiológico do Lacen, o qual abrangem dados até o último sábado (23), o Litoral Norte possuía 14 casos confirmados de Dengue, tendo 126 notificações de suspeita da doença, um aumento de 250% no número de casos e 563,1% no número de notificações, na comparação com todo o ano de 2021. Porém, esses números devem ser ainda maiores, visto que o Laboratório do Estado está com dificuldades na liberação dos exames, devido à alta demanda.

Em Osório, apenas em quatro meses, foram localizados 21 focos do Aedes Aegypti em diferentes pontos da cidade, o mesmo número igual ao encontrado no último ano, conforme a veterinária Anne informou. Caso se confirmem, seria a primeira vez que a cidade teria um caso confirmado de Dengue desde 2013. No caso de a pessoa sentir febre e dor do corpo, o recomendado é procurar uma unidade de saúde, visto que, se a pessoa se automedicar, pode até sofrer uma hemorragia, conforme os sintomas apresentados.

Foto: Divulgação


There is no ads to display, Please add some