Nesta terça-feira (10), foram homologados os projetos eleitos pela população nas 28 regiões dos Conselhos Regionais de Desenvolvimento (Coredes) na Consulta Popular 2020. O objetivo da Consulta Popular, que acontece há mais de 20 anos no Rio Grande do Sul, é fortalecer o desenvolvimento regional, valorizando demandas que ampliam o crescimento econômico, a ciência e a inovação em áreas como agricultura, infraestrutura e turismo.

Ao todo, o governo do Estado vai disponibilizar 20 milhões de reais para a aplicação desses projetos. “Vamos encaminhar a aplicação de R$ 20 milhões nos projetos. Desse valor, R$ 10 milhões serão quitados em 2021, os outros R$ 10 milhões avaliados de acordo com a condição financeira de 2022, conforme combinamos com os Coredes, parceiros na realização da votação”, afirma a diretora de Desenvolvimento Regional da Secretaria de Planejamento, Governança e Gestão, Bruna Blos.

Das 96 propostas iniciais, 62 foram aprovadas. A votação, 100% virtual em razão da pandemia, encerrou-se no dia três de novembro, com 147.556 votos computados. Entre as 28 regiões do Conselho Regional de Desenvolvimento (Coredes), os maiores números de votos foram no Médio Alto Uruguai (18.440), Vale do Rio Pardo (11.517) e Sul (9.451). Já as áreas que receberam mais votos foram Agricultura (31 projetos eleitos) e Turismo (12).

Na região do Litoral Norte, foram aprovados dois projetos: Comercialização Direta dos Produtos do Campo e o Programa de apoio à agricultura familiar e associativa para a produção sustentável, com ênfase no jovem produtor. A região vai receber 800 mil reais (R$ 400 mil para cada projeto) para investimento.