Os municípios do Litoral Norte voltaram a registrar casos de Covid-19. Segundo a 18a Coordenadoria Regional de Saúde (CRS), até o final da tarde desta quinta-feira (23), o número de pessoas com Covid-19 chegou a 1.966 e 55 óbitos, nos 23 municípios da região. Apenas entre a noite de segunda (20) e o final da tarde de ontem (quinta-feira), foram registrados 284 novos casos e outras 10 mortes por causa do novo coronavírus. Em julho já são 1.113 novos casos confirmados na região, o que equivale a 56,6% do total de casos, além de 35 óbitos, o que equivale a 63,6% do total registrado no Litoral Norte.

A predominância segue em Osório, que contempla 23% do total de casos. A cidade é a única do Litoral a ultrapassar os 400 casos do novo coronavírus, até o momento. Parte superior do formulárioParte inferior do formulário Segundo o Boletim divulgado pela prefeitura municipal, no final desta quinta, dos 2.262 testes realizados no município, 453 deram positivos. Desses, 367 pessoas estão curadas (81%), 72 em isolamento domiciliar, três estão na Unidade de Internação do Hospital São Vicente de Paulo (HSVP), três na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), sendo uma no HSVP e outras duas em hospitais de outros municípios, além de oito que acabaram falecendo. A morte mais recente foi confirmada na terça-feira (21). Trata-se de um homem de 65 anos, que estava internado em um hospital da região. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, o paciente não sofria de outras cormobidades.

Ainda segundo o Boletim, outros 1.787 testes na cidade deram negativos e 22 seguem aguardando resultando. Além disso, duas pessoas estão internadas na UTI do HSVP e outra na Unidade de Internação com o novo coronavírus. Esses três pacientes não são residentes de Osório e, portanto, não contabilizam para os dados do município. Até o momento, três dos 10 leitos de UTI do HSVP estão ocupados. Vale ressaltar que por falta de medicamentos, a UTI do Hospital de Osório não está com todos os leitos disponíveis. A seguir veja como está a situação da Covid-19 nos demais municípios da região:

Torres: 250 casos (três óbitos); Capão da Canoa: 239 casos (cinco óbitos); Tramandaí: 182 casos (seis óbitos); Santo Antônio da Patrulha: 141 casos (oito óbitos); Três Cachoeiras: 87casos (dois óbitos); Imbé: 85 casos (cinco óbitos); Terra de Areia: 78 casos (dois óbitos); Cidreira: 63 casos (três óbitos); Caraá: 55 casos (um óbito); Mampituba: 52 casos; Maquiné: 48 casos (três óbitos); Balneário Pinhal: 45 casos; Xangri-lá: 43 casos (três óbitos); Arroio do Sal: 31 casos (dois óbitos); Palmares do Sul: 25 casos (três óbitos); Morrinhos do Sul: 17 casos; Três Forquilhas: 17 casos (um óbito); Itati: 14 casos; Dom Pedro de Alcântara: 12 casos; Mostardas: 12 casos; Capivari do Sul: 10 casos; e Tavares: 7 casos.

Dos 1.966 diagnosticados com Covid-19 na região, 1.281 pessoas estão curadas da doença, o que equivale a 65,1 dos diagnosticados com o novo coronavírus na região. Além dessas, 630 seguem em tratamento domiciliar ou em hospitais. Até à tarde de ontem (quinta-feira), 55 pessoas haviam falecido por causa do novo coronavírus. As 55 vítimas da Covid-19 na região tinham entre 23 e 103 anos e sofriam de outras comorbidades como diabetes, hipertensão (pressão alta), problemas cardíacos e respiratórios. A taxa de letalidade da Covid-19 no Litoral Norte é de 2,8%, sendo maior que a do Estado, que é 2,7%. De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES), o Rio Grande do Sul já tem aproximadamente 54,9 mil casos da doença, com 1.397 óbitos. Em relação aos recuperados, o número já chegou a aproximadamente 46,1 mil pessoas, o que equivale a 84% do total de diagnosticados com o novo coronavírus em todo o Estado.