A Brigada Militar (BM) segue intensificando o combate a criminalidade em todo o Litoral Norte. Entre terça (17) e quarta-feira (18), seis homens foram presos na região pelo crime de posse ilegal de arma de fogo. As ações distintas ocorreram nos municípios de Balneário Pinhal, Capão da Canoa e Tramandaí.

Na noite de terça (17), a BM recebeu informações sobre o crime de abigeato no bairro Capão Novo, em Capão da Canoa. Uma viatura foi até o local e os Policiais Militares (PMs) avistaram um homem em situação suspeita, realizando a abordagem. Com o indivíduo de 38 anos foi apreendido um revólver calibre 38 milímetros com cinco munições, além de um aparelho celular. O homem foi preso e levado a Delegacia de Polícia (DP) de Capão para o registro ocorrência.

Já na quarta-feira (18), outro homem armado foi preso pela Brigada, na região. A prisão ocorreu em flagrante, em uma residência na praia de Magistério, em Balneário Pinhal. No local foi apreendida uma pistola calibre 40 milímetros, 43 munições calibres 21, 38 e 357 milímetros, um carregador e mais de 5,9 mil reais em dinheiro. O indivíduo de 36 anos, que possui antecedentes por posse irregular de arma de fogo e ameaça, foi preso e apresentado na DP de Pinhal, onde foi registrada a ocorrência.

QUARTETO PRESO

Ainda na quarta, a Brigada Militar prendeu quatro homens em flagrante após receber informações que o grupo estaria se deslocando de Tramandaí para Cidreira para efetuar um roubo. As prisões ocorreram na ERS-786.

Os agentes do 2º Batalhão de Policiamento em Áreas Turísticas (BPAT) abordaram um veículo suspeito, onde estavam dois indivíduos, de 20 e 21 anos. Durante a abordagem, outro automóvel suspeito cruzou pelos policiais, o qual também foi parado. Nesse carro estavam dois homens de 39 e 18 anos, respectivamente. No veículo foi localizado um revólver calibre 32 milímetros com seis munições e um simulacro de pistola.

Conforme a BM, os quatro indivíduos confessaram que iriam realizar o crime. Diante dos fatos, todos foram presos e conduzidos a Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) de Tramandaí, para o registro de ocorrência.

Foto: BM


There is no ads to display, Please add some