O Comando Regional de Policiamento Ostensivo do Litoral (CRPO Litoral) da Brigada Militar (BM) completou nesta terça-feira (2) 22 anos de trabalhos exercidos na região. Criado por meio do Decreto Estadual no 38.107 de 22 janeiro de 1998, o CRPO Litoral, que tem sua sede em Osório, teve como primeiro comandante o coronel Lauri Schroeder (1998-1999), que havia comandado o 8o BPM anteriormente. Após ele, outros 13 nomes comandaram o Comando Regional, incluindo o coronel Sérgio Roberto de Abreu (2004) que, mais tarde seria o comandante-geral da BM. Hoje, a unidade é comandada pelo coronel Marcel Vieira Nery que assumiu o cargo em outubro de 2019, substituindo o coronel Luiz Ernesto Duarte.

O CRPO Litoral é constituído pelo 8º Batalhão de Polícia Militar (BPM), também com sede em Osório, e pelo 2º Batalhão de Policiamento de Áreas Turísticas (BPAT), sediado em Capão da Canoa, que efetivamente, executam as ações de segurança e o policiamento ostensivo, por meio de suas Companhias, Pelotões e Grupos Policiais Militares. Atualmente o Comando de Policiamento Ostensivo atende os 23 municípios do Litoral Norte, além das cidades de Riozinho e Rolante (no Vale do Paranhana), abrangendo uma área de aproximadamente 9.305,968 quilômetros quadrados (Km2).

O CRPO Litoral, subordinado ao Comando-Geral da Brigada Militar, tem como competência administrar as atividades de polícia ostensiva e de segurança pública que são, efetivamente, executadas pelo 8º BPM e pelo 2º BPAT. Juntamente com o Comando-Geral da Brigada Militar, o CRPO Litoral tem a responsabilidade de coordenar a Operação Golfinho nas praias da região, realizada durante as temporadas de veraneio, normalmente entre a segunda quinzena de dezembro e a primeira semana de março.

OPERAÇÃO GOLFINHO

A Operação Golfinho é a maior mobilização de efetivo e logística concentrada em uma área do Rio Grande do Sul, visando proporcionar segurança na mesma proporção do deslocamento da população gaúcha para a orla marítima durante o veraneio, advinda de todas as regiões, além de turistas de outros Estados e países do Mercosul.

Essa Operação teve origem no Policiamento Especial de Praia, realizado desde os anos 1950/1960 pela Brigada Militar. Com a criação do 8º BPM, em 1970, o policiamento ostensivo e as atividades de salva-vidas foram incrementadas e essa concentração do aparato de segurança nas praias se transformou na Operação Golfinho.

OUTRAS AÇÕES

O CRPO Litoral também desenvolve operações em conjunto com Polícia Civil (PC), Ministério Público (MP), Departamento de Trânsito (Detran) e Instituto-Geral de Perícias (IGP) e, por meio de suas Unidades operacionais, presta policiamento preventivo em eventos, como o Planeta Atlântida, realizado anualmente em Xangri-lá, e festas tradicionais promovidas pelos municípios, como Festival do Balonismo (Torres), Festival do Peixe (Tramandaí), Expocace (Tavares), Festa da banana (Mampituba) e Rodeios Crioulos em várias cidades.

Foto: CRPO Litoral