Há mais ou menos duas semanas para o término da Campanha de Vacinação contra a Influenza, os números registrados em todo o Estado seguem abaixo da expectativa inicial. Para se ter uma ideia, das cinco milhões de pessoas dentro do público alvo da Campanha, apenas 2,1 milhões se vacinaram contra a gripe no RS, o equivale a 39,4%, bem a baixo dos 90% estimulado pela Secretaria Estadual de Saúde (SES) para esse ano.

Até o momento, nenhum grupo atingiu a meta de vacinação. O que está mais próximo de atingir o número é o dos indígenas, que tem 86,9% das pessoas vacinadas. Além desse grupo, apenas as crianças já atingiram mais de 60% do público vacinado, com 62,5%. Na sequência vêm os grupos das puérperas (59,2%), profissionais de saúde (54,1%), gestantes (53,7%). Só depois vem o grupo dos idosos, que vacinou até o momento 1.122.596 pessoas, o equivalente a 52,4%.

Um dos fatores para esses baixos números, é a realização simultânea da vacinação contra a Covid-19, a qual está sendo priorizada. Vale destacar que é necessário ter um espaço de ao menos 14 dias, entre uma vacina e a outra, para poder se imunizar. A SES recomenda que as pessoas cuidem os prazos e não deixem de tomar tanto a vacina da gripe, quanto a da Covid.

Em Osório já foram vacinadas 9.649 pessoas, sendo 5.388 idosos, 2.355 crianças, 902 profissionais da saúde, 504 professores, 323 gestantes, 63 indígenas, 42 caminhoneiros, 30 puérperas, 22 profissionais de segurança e salvamento, 13 pessoas com deficiência permanente, cinco funcionários do sistema de privação de liberdade e dois trabalhadores de transporte.

O grupo que mais se vacinou foi o dos indígenas, com 81,8%, seguido pelos professores (75,9%), crianças (75,1%) e gestantes (74,4%). Até o momento apenas 63,6% dos idosos se vacinaram na cidade. Em relação aos profissionais de saúde, 58,9% se vacinaram contra a gripe. Já em relação as puérperas, o número de vacinas é de 42%.

A Campanha de Vacinação contra a gripe segue até o dia 09/07. Em Osório a vacinação ocorre de segunda a sexta-feira, das 13h e 30min às 16h e 30min, nos postos de saúde Aguapés, Albatroz, Atlântida Sul, Caravágio, Laranjeiras e Primavera, além do Posto Central. É necessário levar a carteira de vacinas e um documento com foto.

Podem se vacinar pessoas com 60 anos ou mais, professores, crianças com seis meses e menores de seis anos de idade, gestantes, mulheres que deram a luz em até 45 dias e profissionais de saúde. Além desses grupos, também podem se vacinar: integrantes das forças de segurança e salvamento, pessoas com comorbidades, condições clínicas especiais ou com deficiência permanente, caminhoneiros, trabalhadores de transporte coletivo rodoviário, trabalhadores portuários, funcionários do sistema de privação de liberdade, população privada de liberdade e adolescentes em medidas socioeducativas.

Foto: Michel Corvello