thumbO Ministério Público do Trabalho no Rio Grande do Sul recebeu o volume recorde de denúncias em 2015. Foram 8,275 mil, 139 a mais do que no ano anterior, que havia registrado o maior volume. Irregularidades nos ambientes de trabalho lideram o ranking das denúncias. Discriminação também aparece com grande volume de reclamações. Os procuradores do trabalho ajuizaram 181 ações civis públicas e celebraram 1,006 mil termos de ajustamento de conduta. O balanço foi divulgado hoje pelo Ministério Público do Trabalho no Rio Grande do Sul.

GAÚCHA