image.axd_1O Palácio Piratini decidiu ampliar o pedido de ajuda na área da segurança pública. Depois do apoio da Força Nacional de Segurança, desta vez oExército foi procurado.

O vice-governador José Paulo Cairoli esteve reunido com representantes do Comando Militar do Sul, que é responsável pelo contingente militar do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. Cairoli expôs a situação da segurança pública gaúcha a um dos oficiais, que ficou de levar o assunto adiante. O general de Exército Edson Leal Pujol, que é o comandante militar do sul, não estava presente na reunião que ocorreu na sede do CMS, em Porto Alegre.

O Governo do Estado anunciou uma série de medidas na área da segurança pública após mais um latrocínio em uma via de grande movimento de Porto Alegre. O secretário da segurança Wantuir Jacini foi exonerado, foi criado um gabinete de crise comandado pelo vice-governador e foi solicitado e autorizado o apoio da Força Nacional de Segurança Pública para apoiar a Brigada Militar na Operação Avante, que reforça o policiamento nas regiões de maior criminalidade.

GAÚCHA