O Hospital Nossa Senhora dos Navegantes de Torres passou a restringir os atendimentos aos casos encaminhados pelas ambulância do Samu. A medida começou a valer hoje. A justificativa do grupo hospitalar Mãe de Deus é a redução e atrasos dos repasses estaduais de manutenção da instituição. A decisão foi adiada por 90 dias por conta de uma determinação judicial, a fim de viabilizar adequações das unidades de Pronto Atendimento dos municípios da região. Em Torres, a partir desta terça, os atendimentos de baixa e média complexidade serão realizados somente no Pronto Atendimento localizado na avenida do Riacho enquanto o posto de saúde central estiver em obras de ampliação. A média de atendimentos deve passar de 120 para 300 diariamente. A expectativa da prefeitura de Torres é finalizar a construção até novembro, antes do início da temporada de verão.O Nossa Senhora dos Navegantes é referência para seis municípios. A Secretaria da Saúde de Torres reivindicou auxílio do Estado no custeio, mas ainda não obteve resposta.

 

Litoral-tem-novos-leitos-para-tratamento-de-AVC