Vigilancia_SanitariaMais de duas toneladas de alimentos impróprios para o consumo foram apreendidas na manhã desta segunda-feira, 18, em nova ação do Programa Segurança Alimentar Verão 2016, em Torres. O Subprocurador-Geral de Justiça para Assuntos Institucionais, Fabiano Dallazen, esteve presente na abertura dos trabalhos.

Membros do Ministério Público e agentes da Vigilância Sanitária Estadual autuaram o restaurante Cantinho do Pescador e apreenderam no local cerca de duas toneladas de frutos do mar e outros tipos de alimentos mal acondicionados. Um garçom foi preso por desacatar Promotores que atuavam no momento da ação.

O restaurante Campina Grill também foi autuado durante a fiscalização e cerca de 300 quilos de carnes sem procedência foram inutilizados.

Além de fiscalizar estabelecimentos, os Promotores de Justiça informam e orientam os consumidores sobre o Programa Segurança Alimentar Verão 2016. Panfletos sobre a iniciativa são entregues aos veranistas que se encontram na praia.

Participam da fiscalização a Coordenadora do Centro de Apoio Operacional de Defesa do Consumidor, Caroline Vaz, e os Promotores de Justiça Mauro Rockenbach, Felipe Teixeira Neto, Octávio Noronha, Roberto Masiero e Márcio Carvalho; além de agentes do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) – Segurança Alimentar e da Brigada Militar.