Nesse domingo (19) é celebrado o Dia do Índio e pensando nisso a Emater preparou atividades voltadas a celebrar a cultura indígena na região. No Litoral Norte existem aldeias das etnias Guarani, Kaingang e Charrua nos seguintes municípios: Capivari do Sul, Caraá, Maquiné, Osório, Palmares do Sul, Terra de Areia e Torres; totalizando aproximadamente 500 famílias indígenas atendidas pela instituição.

 Dentre as atividades desenvolvidas nestes municípios estão: dagnóstico das realidades vivenciadas pelas famílias; apoio sistemático na construção e na garantia do acesso a políticas públicas específicas que assegurem a produção própria de alimentos; o resgate e a valorização de práticas e saberes tradicionais; a inclusão social e produtiva; apoio na gestão ambiental e territorial das áreas indígenas; resgate e valorização da cultura, assessoramento quanto aos seus direitos como cidadãos brasileiros e enquanto povos culturalmente diferenciados; ações de fomento à inclusão social e produtiva; articulação com outras entidades e instituições que atuam com esse público; desenvolvimento de atividades de geração de renda para apoio à produção artesanal, turismo étnico e acesso a mercados institucionais; e Assistência Técnica para a produção de subsistência.

“Toda a ação desenvolvida pelos extensionistas junto a essas famílias é balizada no assessoramento, defesa e garantia de direitos indígenas, levando em consideração as suas visões de mundo, as diferentes formas de projetar o seu futuro e o que consideram necessário para sua qualidade de vida”, ressalta a extensionista da Emater/RS-Ascar, Elisângela Froehlich.

Segundo Elisângela, além das atividades que já fazem parte do planejamento anual vinculado às diretrizes institucionais, em função da pandemia, os extenionistas também estão repassando orientações sobre o direito ao acesso à Renda Básica Emergencial, alcançando às famílias materiais de orientação e articulando com outras entidades e instituições o acesso à renda emergencial de forma segura.

Em parceria com a Secretaria Estadual de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr), os extensionistas também orientam sobre cuidados necessários na prevenção da Covid-19 e buscam, com outras entidades e instituições, a garantia de alimentos e produtos de higiene e limpeza sensibilizando, também à população em geral, quanto ao encaminhamento de cestas para estas populações de forma segura, de acordo com as recomendações da Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai).