policia-bandA polícia encontrou o corpo de uma mulher enterrado dentro de uma residência localizada na Rua Erechim, no balneário de Magistério. O cadáver estava em avançado estado de decomposição, dentro de uma cova embaixo de uma cama de casal. O corpo tinha marcas de facadas.
A descoberta foi feita a partir da denúncia da sogra da vítima, Ivanira Moreira, que entrou em contato com a polícia dizendo que a nora estava desaparecida. Segundo o delegado Alexandre Souza, Ivanira disse que acreditava que a nora poderia ter sido morta pelo filho, que fugiu após ser questionado sobre essa possibilidade. A mulher identificou o corpo como sendo o de Adriana Pastorini, de 49 anos.
O suspeito do crime é o marido dela, Iohan Moreira Sundin, de 23 anos. Ele tem diversos antecedentes criminais e é foragido do sistema semiaberto. Segundo testemunhas, Iohan teria dito que matou a esposa em pontos de tráfico de drogas na região.

Fonte: RdG