upload-20160102112527mapaA ERS-115 será interrompida entre Três Coroas e Gramado a partir desta segunda-feira (4). As obras de estabilização e recomposição completa dos quilômetros 27 e 29 serão realizadas pela Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR). A recuperação da ERS-115, que dá acesso a Gramado, Canela e demais municípios da Serra, receberá um investimento de R$ 11,33 milhões da EGR.

O bloqueio total da via – entre Gramado e a praça de pedágio de Três Coroas – poderá se estender por até quatro meses, tempo previsto para a conclusão dos trabalhos, devido à complexidade da obra. Serão 15 metros de profundidade, distribuídos em 150 metros no quilômetro 27 e em 100 metros no quilômetro 29.

Durante o período de obstrução da rodovia, o acesso à Serra deve ser feito pela BR-116 e RS-020. As duas rodovias são recomendadas por serem asfaltadas e por proporcionarem segurança aos motoristas.

“Tivemos sensibilidade com o grande fluxo de circulação de veículos em razão das festas de Natal que ocorrem na Serra. Por isso, adiamos a obra para janeiro, quando o movimento diminui”, explica o diretor-presidente da EGR, Nelson Lidio Nunes.

Em outubro de 2015, ocorreu o rompimento da pista da ERS-115, nos quilômetros 27 e 29, entre os municípios de Gramado e Três Coroas. Os problemas aconteceram essencialmente pelo excesso de chuva no período, desmoronando parte da pista.

Imediatamente, a EGR agiu de forma emergencial, interditando os dois trechos. De outubro até agora, o trânsito esteve liberado em uma pista durante o dia. “Foi preciso bloquear a pista totalmente durante o período da noite para proporcionar maior segurança aos usuários da rodovia”, lembra Nunes.

Interrupção da ERS-115

– O trecho que será interditado totalmente fica entre Gramado e a praça de pedágio da EGR de Três Coroas
– O bloqueio começa nesta segunda-feira, 4 de janeiro, e pode durar até quatro meses
– Acesso à Serra Gaúcha (Gramado e Canela) pela BR-116 e ERS-020
– A recuperação da ERS-115 terá investimento de R$ 11,33 milhões
– 5 mil veículos circulam diariamente na ERS-115

Texto: Redação/Secom