Representando menor gasto de recursos naturais, sustentabilidade e redução de custos, um moderno sistema de energia solar fotovoltaica já faz parte da realidade de algumas escolas técnicas agrícolas da rede estadual. O investimento integra uma verba total de R$ 30 milhões, oriunda de emenda parlamentar da bancada federal gaúcha, e que foi destinada a esse tipo de escola, por meio da Superintendência da Educação Profissional do Estado (Suepro), para aquisição de maquinários e qualificação do ensino.

O sistema que é responsável por captar a energia solar (por meio de painéis) e em convertê-la em energia elétrica, é sinônimo de geração de energia renovável e limpa, e será usado para abastecer as escolas. Para o diretor-superintendente da Suepro, Frederico Guedes, a aquisição representa avanços na utilização de tecnologias em prol da inovação sustentável e responsável. “Certamente essa atitude será revertida em benefícios para a gestão da instituição de ensino contemplada e da comunidade escolar”, salientou.

Escolas já usufruem de energia fotovoltaica

Ao todo, 15 escolas técnicas agrícolas da rede estadual vão receber o kit completo de energia solar. Algumas delas já receberam o equipamento e estão começando a usufruir de seus benefícios, como é o caso da Escola Ildefonso Simões Lopes (Rural), de Osório.

A entrega dos equipamentos foi realizada no último dia cinco de julho. Além do kit de energia solar, a Rural também foi contemplada com um trator, aparelhos de ar-condicionado, entre outros materiais que vão foram destinados ao curso técnico. O equipamento entregue está avaliado em R$ 793 mil, valor destinado pelo deputado federal Alceu Moreira (MDB).

Novas aquisições

O investimento de R$ 30 milhões oriundo de emenda parlamentar ainda irá fornecer novos equipamentos como caminhões baú, enfardadeiras, estufas agrícolas, semeadeiras, caminhonetes, plantadeiras, entre outros. Esses equipamentos vão destinados para 25 Escolas Técnicas Agrícolas, incluindo a Ildefonso Simões Lopes, e duas de agronegócio da rede estadual, beneficiando mais de cinco mil estudantes.

Foto: Divulgação


There is no ads to display, Please add some