Teve início na cidade, na noite da última sexta-feira (19), a 36ª edição da Feira do Livro. O evento é realizado pela prefeitura, por meio da Secretaria de Desenvolvimento, Cultura e Juventude, em parceria com a Secretaria de Educação, o Campus do Instituto Federal do RS (IF-RS), a Universidade Federal do RS (UFRGS), a Universidade Estadual do RS (UERGS), a Academia de Escritores do Litoral Norte (AELN) e com a Biblioteca Pública Municipal Fernandes Bastos.

Nesse ano, a Feira conta com o Patrono Luiz Maurício Azevedo: É uma honra estar aqui hoje, é uma responsabilidade receber essa honraria. Se eu estou aqui hoje, é resultado de uma longa luta que ainda não terminou e que tem feito suas vítimas com muita dor e sofrimento, de séculos do meu povo. Embora, a gente não possa ver por aí nossos irmãos negros que já partiram e que não conseguiram ver a realização da sua luta, a gente sabe que eles estão aqui, porque invisibilidade não é desaparecimento”, declarou o patrono da 36ª Feira do Livro.

Para o Xerife Iosvaldyr Carvalho Bittencourt, “é um orgulho termos na Feira do Livro, um patronato completamente negro, não pela sua identidade negra, mas pelo fato dela consolidar um marco na literatura brasileira que é o reconhecimento da diversidade cultural e racial”, afirmou Iosvaldyr.

Uma das homenageadas deste ano, Maria Marques, também fez uso da palavra. “É uma imensa alegria que não se pode descrever, só eu posso sentir. Retornar a minha cidade e estar recebendo uma das maiores honras que eu já recebi, o título de homenageada da 36ª Feira do Livro de Osório”, disse. Além dela, o poeta e escritor Oliveira Silveira, falecido em 2009; vítima de um câncer; também faz partes dos homenageados.

A abertura oficial, que ocorreu no palco do Largo dos Estudantes Sônia Chemale, contou com a presença de aproximadamente 100 pessoas, incluindo as seguintes autoridades: o vice-prefeito, Martim Tressoldi; a secretária Estadual Adjunta de Cultura, Gabriela Meindrade; o presidente da Câmara de Vereadores, Ed Moraes; os secretários municipais Dilson Maciel (Educação), Danjo Renê (Saúde) e Moacir Galimberti (Segurança Pública e Trânsito); além da assessora de Cultura, Karla Janayna Silveira.

FEIRA DO LIVRO

Com o tema ‘Livros, leitura e protagonista: narrativas negras e diversidade cultural’, a Feira desse ano pretende celebrar o cinquentenário de evocação do 20 de novembro, data na qual passou a exaltar e reconhecer Zumbi dos Palmares, importante figura para a comunidade afro-brasileira, que lutou a favor da liberdade, resistência ao regime escravocrata brasileiro e criação dos Quilombos.

A programação segue até sexta (26), ocorrendo de maneira presencial, no Largo dos Estudantes, e online, por meio de lives e vídeos na Página da prefeitura do Facebook. A seguir veja a programação completa para os últimos dias da Feira:

Foto: PMO


There is no ads to display, Please add some