O primeiro final de semana (“oficial”) do Litoral Norte na bandeira vermelha do Distanciamento Controlado foi marcado por uma série de ações, com intuito de evitar uma proliferação ainda maior do novo coronavírus na região. Com o comércio fechado em diversas cidades como Capão da Canoa e Tramandaí, as ruas ficaram completamente vazias, diferentemente do cenário que podia ser visto há duas semanas atrás. Em Xangri-lá, até o comércio essencial acabou fechando, a partir do meio-dia de sábado (27).

Em todo o Litoral, equipes da Vigilância Sanitária, das Guardas Municipais e da Brigada Militar (BM) intensificaram a fiscalização. Os agentes orientaram os moradores sobre as medidas obrigatórias, como por exemplo, o uso de máscaras. Em Tramandaí, mesmo com a Avenida Beira-Mar fechada, alguns moradores foram vistos andando pelo local e sem máscara. Segundo o secretário de Segurança Pública e Trânsito da cidade, Claudiomir da Silva Pedro, nenhuma pessoa precisou ser multada, visto que todas acabaram “acatando as recomendações dos agentes públicos”. De acordo com o Decreto Municipal, a pessoa que for pega sem máscara andando em Tramandaí, deve pagar uma multa no valor de 200 reais.

Em relação ao comércio, 11 estabelecimentos em Tramandaí foram interditados, durante o final de semana, pela Vigilância Sanitária, por não cumprirem as normas determinadas no Decreto Municipal. Além disso, 97 empresas, que atuam em atividades consideradas essenciais, receberam orientações sobre os ajustes necessários nas medidas de prevenção contra a Covid-19. Já em Imbé, oito pessoas foram notificadas por andarem sem máscara nas ruas da cidade e três estabelecimentos foram notificados devido à necessidade de fechamento ou de adotarem medidas sanitárias. Em caso de voltarem a descumprir as medidas, o Decreto da cidade prevê multa de R$ 300 tanto para pessoa física, quanto para estabelecimento.

EM OSÓRIO

Devido ao aumento contínuo dos casos de coronavírus, o Poder Executivo de Osório está realizando medidas de segurança mais rígidas na tentativa de combater o contágio. Na sexta-feira (26), uma das ações foi a realização de uma barreira sanitária no distrito de Atlântida Sul. Os profissionais da Secretaria de Segurança Pública e Trânsito, os vigilantes patrimoniais e fiscais realizaram a verificação da temperatura das pessoas, observando uso de máscaras, conscientizando e tomando demais medidas que inibem a entrada de pessoas contaminadas nos balneários da cidade.

Segundo a Brigada Militar (BM), foram abordados 146 veículos e 324 pessoas. Também foi realizada a vistoria em 21 estabelecimentos comerciais, sendo que um bar precisou ser fechado por descumprir o Decreto Municipal. Os agentes também autuaram 11 pessoas que estavam em uma quadra de futevôlei. Além das ações de fiscalização, foi também realizado um trabalho de higienização no Centro da cidade. Profissionais da Vigilância Sanitária iniciaram o serviço de limpeza pela Avenida Jorge Dariva, Rodoviária Velha, Largo dos Estudantes Sônia Chemale e no Centro Universitário Cenecista (Unicnec). A ideia é, ao menos, conseguir higienizar toda a região central da cidade, onde ocorre uma circulação maior de pessoas.

PROTESTO

Moradores de Osório fizeram um protesto, no início da noite de sexta-feira (26), sobre o risco de contágio por Coronavírus com o aumento da população nas praias durante o final de semana. O ato foi realizado na ERS-030, próximo ao acesso à Estrada do Mar. O grupo de moradores utilizou faixas criticando pessoas que vão passar os finais de semana no Litoral Norte, em cidades que estão em regime de bandeira vermelha dentro do sistema de distanciamento controlado do governo estadual. Em um dos cartazes, os manifestantes escreveram “A culpa não é do comércio, e sim de quem acha que está de férias”.

De acordo com a BM, aproximadamente 25 pessoas participaram do protesto. Os veículos ficaram cerca de 20 minutos retidos na ERS-030, até que policiais militares sediados em Osório e do Comando Rodoviário da Brigada Militar (CRBM) convencerem o grupo a desobstruir a rodovia. O protesto foi encerrado por volta das 18h e 30min. O ato foi pacífico e não houve tumulto.

NOVO DECRETO

No final da tarde da última sexta-feira (26), o prefeito de Osório, Eduardo Abrahão, realizou um novo Decreto (no 103/2020) com medidas de restrições para o uso na faixa de praia e calçadão da cidade. O novo decreto prevê que: durante os finais de semana e nos feriados “fica vedada a utilização da faixa de Praia nos Distritos de Atlântida Sul e Mariapólis, até o limite final do cordão de dunas frontais”.

Durante o último final de semana, a Secretaria Municipal de Segurança Pública e Trânsito realizou a demarcação no local, de forma a evitar aglomerações, mas permitindo que seja possível a realização de caminhada. Vale destacar que o descumprimento das medidas deste Decreto prevê aplicação de multa, pelo descumprimento das medidas de saúde e sanitárias para o enfrentamento da Covid-19, quando constatado o estado de risco à população, em especial a violação da determinação de uso obrigatório de máscara, previstas nos Decretos Municipais n° 097/2020 e 100/2020.

FOTOS: PMO /  BM

Ação de fiscalização em Osório, abordou 146 veículos e 324 pessoas