17403605Fiscais da Superintendência do Trabalho e Emprego no Rio Grande do Sul suspenderam, nesta segunda-feira (29), quatro atividades realizadas na base da Petrobras Distribuidora (BR), em Canoas, na Região Metropolitana. A suspensão foi feita durante Força Tarefa de Combate ao Adoecimento pelo Trabalho, integrada por equipe de auditores fiscais do trabalho.

Com a suspensão, está proibido o carregamento de caminhões-tanque, em sistema toploading, com compostos derivados de petróleo nas plataformas da chamada Rua 3 do complexo.

O motivo foi o risco grave e iminente à saúde e à integridade física dos trabalhadores que estão expostos a substâncias que podem levar ao adoecimento e câncer, como o benzeno.

Outras três atividades da BR Distribuidora em Canoas também foram suspensas. Entre elas, a fabricação de emulsões asfálticas diversas, o deslocamento vertical de pessoas utilizando guindaste veicular modelo PKB 10000 e o carregamento de caminhões-tanque, em sistema botton e top loading, realizado nas plataformas de carregamento (PLECT) A, B e C.

As atividades só serão retomadas após a empresa efetuar os ajustes necessários no local.

A reportagem procurou a BR Distribuidora e aguarda posicionamento. Não há informações se a distribuição de gasolina no Rio Grande do Sul foi afetada.

GAÚCHA