MOENDA_FOLHA_EM_BRANCOA 30ª edição da Moenda da Canção, que ocorreu no último fim de semana, em Santo Antônio da Patrulha, teve como vencedora a música “Folha em Branco”, composição do mineiro Zebeto Corrêa, de Belo Horizonte, e do gaúcho Martin Cesar, de Jaguarão.

Paralelo ao Festival ocorreu a 6ª Moenda Instrumental. A música “Sono Leve”, de Arthur Bonilla (In Memoriam) e do patrulhense, Samuca do Acordeon, ganhou a competição no gênero instrumental.

Além da competição artística, o evento contou com apresentações musicais, durante as três noites de Festival. Na sexta-feira (12), aconteceu o show “Novos Tempos de Moenda”. O espetáculo misturou música e dança. Foram relembradas músicas que passaram pelo palco da Moenda, nos últimos 29 anos. A apresentação foi realizada por jovens artistas patrulhenses.

No sábado (13), ocorreu o show “30 anos de uma doce história”, com artistas patrulhenses, que contaram a trajetória do Festival. No último dia (14), o show de encerramento ficou por conta da cantora Shana Muller. Ela apresentou seu novo espetáculo, intitulado, “Canto de Interior”.

A 31ª edição da Moenda da Canção ocorre nos dias 11, 12, 13 de agosto de 2017.

Premiação 30ª Moenda da Canção:

Melhor Arranjo: MUITO ALÉM – Maxsoel Bastos de Freitas e Duca Duarte

Melhor Letra: FOLHA EM BRANCO – Zebeto Correa e Martin Cesar

Melhor Intérprete: MARCIA FREITAS – BUSCA

Melhor Instrumentista: DIOGO BARCELOS – Pela música Folha em Branco

Melhor Melodia: FOLHA EM BRANCO – Zebeto Corrêa e Martin Cesar

Melhor Música na Opinião do Público: BUSCA – Diogo Barcelos e Heleno Cardeal

2º Lugar: CÁ NA CIDADE – Piero Ereno

1º Lugar: FOLHA EM BRANCO – Zebeto Corrêa e Martin Cesar

Premiação da 6ª Moenda Instrumental:

Melhor arranjo: AQUÍFERO – Cristian Sperandir

Melhor Instrumentista: SAMUCA DO ACORDEON E PEDRINHO FIGUEIREDO

1º Lugar: SONO LEVE – Arthur Bonilla (In Memoriam) e Samuca do Acordeon