A Petrobras informou na sexta-feira (17) o reajuste de cerca de R$ 1,76 no preço do gás liquefeito de petróleo (GLP) para uso doméstico comercializado em botijões de até 13 kg. O acréscimo entra em vigor à meia-noite de terça-feira.

O ajuste anunciado foi aplicado sobre os preços praticados pela Petrobras sem incidência de tributos. Os botijões de até 13 kg vão subir nas refinarias em 9,8%, em média. Se for integralmente repassados aos preços ao consumidor, a companhia calcula que o GLP doméstico pode subir 3,1%, ou cerca de R$ 1,76 por botijão.

A última vez que a Petrobras reajustou o GLP foi em setembro de 2015. A correção no valor não incide sobre o GLP de uso industrial.

GAÚCHA