MD_20151007150252detran_out_7Para incentivar o uso do GNV com segurança, Detran e Sulgás promoveram, nessa quinta-feira (08), um debate que apresentou as vantagens do uso desse combustível no combate à poluição atmosférica e no enfrentamento da crise econômica, durante o Encontro Estadual Utilização de Gás Natural Veicular: Segurança, Benefícios e Perspectivas Sustentáveis, na Federasul.
O coordenador para o segmento veicular da Sulgás, Marcelo Bratenahl Bastos, defendeu a conversão dos veículos para GNV, que representa uma economia de 60% em relação aos demais combustíveis. “Além disso, a combustão do gás tem baixíssimo nível de resíduos, o que aumenta a vida útil do carro e torna menos frequente a manutenção”, afirmou o engenheiro.
Uma pesquisa contratada pela Associação dos Organismos de Inspeção de Segurança Veiculares do RS constatou que 35% dos veículos a gás são clandestinos e irregulares. Em alguns municípios esse percentual chega a 57%. Por isso, o encontro discutiu também a importância da fiscalização e a responsabilidade de toda a sociedade pela segurança no uso do GNV.
Para o diretor-geral do Detran, Ildo Mário Szinvelski, é importante, também, criar mecanismos de incentivo ao uso de gás e projetos de lei para uso de veículos com esse tipo de combustível na frota oficial.
Participaram do encontro engenheiros e técnicos que realizam a conversão de combustível, representantes de organismos de inspeção, empresas instaladoras de GNV, postos que comercializam o GNV e requalificadores de cilindros, além dos Centros de Registro de Veículos Automotores.