O Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDS) anunciou, nesta segunda-feira (7), que cancelará 21 mil benefícios do Bolsa Família no Rio Grande do Sul. A medida ocorre após um pente-fino em que foram encontradas irregularidades nos cadastros.

Ao todo, o Estado possui 398 mil cadastros no programa social, o que gera um custo de R$ 65 milhões mensais à União. Em média, cada família recebe R$ 164,00 por mês. O valor varia de acordo com o nível de pobreza e a composição familiar.

Segundo o MDS, a revisão foi feita a partir de cruzamentos de dados. Os municípios começarão a ser comunicados a partir de amanhã sobre o corte no pagamento.

Ainda nesta segunda, o MDS divulgará mais dados sobre o pente-fino.

GAÚCHA