Nessa semana, o governo do Estado apresentou o Projeto Avançar, o qual está baseado em três eixos que projetam estrategicamente um novo ambiente, com mais desenvolvimento e mais qualidade de vida para a população gaúcha: Avançar no Crescimento, Avançar para as Pessoas e Avançar com Sustentabilidade.

Dois dos primeiros projetos que fazem parte do Avançar foram apresentados na quarta-feira (9), incluindo o plano de obras do governo do Estado que prevê o investimento de R$ 1,3 bilhão em infraestrutura viária em diversas cidades do RS. Os recursos, em totalidade, são do Tesouro do Estado, fruto do processo de ajuste fiscal executado desde o início da gestão, que inclui as mais profundas reformas administrativa e previdenciária entre os Estados e uma cartela de privatizações.

O investimento de R$ 1,3 bilhão é um dos maiores da história do RS na área da mobilidade. No total, o plano inclui a conclusão de 28 acessos municipais e 20 ligações regionais, além da elaboração de 39 projetos executivos, do pagamento de 39 convênios em vigor em diferentes cidades do Estado e da recuperação e conservação de rodovias.

Para organizar o cronograma de investimentos e de execução dos trabalhos, o plano de obras se vale da divisão em nove regiões funcionais do Departamento Autônomo de Rodagem (Daer). A abrangência está detalhada com base nas regiões dos Conselhos Regionais de Desenvolvimento (Coredes). Na R4, que engloba 21 municípios da região Corede do Litoral, a previsão de investimento é de R$ 45,8 milhões.

OBRAS NO LITORAL NORTE

O plano de obras prevê, para a R4, investimento de cerca de R$ 12,1 milhões para a conclusão da ligação de 39,5 quilômetros na Rota do Sol, na ERS-486. A obra será feita em 2022.Também vão ser realizadas obras de conservação e recuperação em seis trechos. O investimento previsto é de R$ 16,1 milhões, contemplando 67,82 quilômetros de rodovias (veja a seguir o detalhamento das obras):

TRECHOEXTENSÃO (KM)VALOR (R$)
ERS-030225,3 milhões
RSC-101205,1 milhões
ERS-786102,11 milhões
ERS-4869,61,85 milhão
ERS-4945*1,113 milhão
ERS-3891,2*640,3 mil
TOTAL67,8*16,134 milhões

*Aproximadamente.

O plano de obras prevê investimento de R$ 17,5 milhões para o pagamento de convênios ativos nas cidades de Arroio do Sal, Capão da Canoa, Imbé, Maquiné e Terra de Areia.