A Polícia Civil (PC) está investigando o caso de um homem de 19 anos, investigado por ter cometido o crime de apologia ao nazismo, em Tramandaí. Na semana passada, um vídeo dele imitando um gesto realizado por nazistas teria gerado repercussão nas redes sociais. A denúncia foi realizada pelo vereador de Porto Alegre Leonel Radde (PT).

A partir das investigações, comandas pelo delegado Alexandre Souza, a Polícia realizou na sexta-feira (3), o cumprimento de mandado de busca e apreensão na casa do jovem, localizada no Centro de Tramandaí. Durante as buscas foram apreendidos HDs, um computador, um celular, rádios comunicadores, pendrives, cartões de memória, um canivete, um capacete, touca, entre outros objetos.

Em depoimento à Polícia, o indivíduo relatou que não é nazista e teria feito o vídeo apenas “por zoeira”. Mas, segundo o delegado, Souza, o homem chegou a confessar que fez o gesto nazista por ser admirador de Adolf Hitler. Após ser ouvido, o homem foi liberado,  

Em um trecho do vídeo, o investigado leva o braço a frente, com a palma da mão estendida para baixo e diz: “Antes de tudo, sieg heil”. A expressão em alemão significa “salve a vitória” e era utilizada pelos nazistas em referência a Hitler – responsável pelo Holocausto, que resultou na morte de milhões de pessoas, principalmente judeus. A Polícia Civil segue investigando o caso.

CRIME – Segundo a Legislação brasileira, “fabricar, comercializar, distribuir ou veicular símbolos, emblemas, ornamentos, distintivos ou propagandas que utilizem a cruz suástica ou gamada, para fins de divulgação do nazismo” é crime e a pena de reclusão é de dois a cinco anos de prisão com pagamento de multa.

Foto: PC


There is no ads to display, Please add some