Depois de muitos anos de luta, o Hospital São Vicente de Paulo (HSVP) no último dia 27 de abril, finalmente conseguiu inaugurar a Unidade de Tratamento Intensivo (UTI). Na mesma semana deu entrada o primeiro paciente na UTI do Hospital. Segundo informações, trata-se de um homem vindo de Ivoti. Havia boatos que a pessoa estaria com Covid-19, o que foi descartado rapidamente pela direção do Hospital.

Em relação a moradora local que não teria conseguido dar entrada na UTI, ela já foi transferida e encaminhada ao Hospital Universitário de Canoas, na região Metropolitana do Estado.

Segundo a Secretaria Estadual de Saúde (responsável por regulamentar as internações nas UTIs do RS), a habilitação da UTI do Hospital São Vicente de Paulo é para recebimento de pacientes com síndrome gripal aguda, o que não era o caso da paciente osoriense.

Por meio de nota a prefeitura local se pronunciou sobre o caso. “Entendemos que a UTI do Hospital só pode receber pacientes com síndrome gripal aguda. No entanto é de nosso entendimento que tendo a disponibilidade de leitos, pacientes com outras doenças também deveriam ser atendidos. Vamos solicitar ao Governo do Estado que se mude essa determinação, para que pacientes com outras necessidades de UTI, também possam fazer uso dos leitos da UTI do Hospital São Vicente de Paulo”, afirmou a prefeitura osoriense por meio de nota publicada em uma rede social na tarde do último sábado (2).

Foto: Omar Luz