Em uma reunião virtual realizada nesta terça-feira (24) foi definido que o Hospital São Vicente de Paulo (HSVP) vai receber 10 novos leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI). A Secretaria Estadual de Saúde (SES) confirmou a doação de 20 bombas de infusão, 10 respiradores de beira leito e 10 monitores. A SES informou que o governo do Estado vai ficar responsável pelo custeio da operação.

AJUDA DOS MUNICÍPIOS

O HSVP deve receber um auxílio no atendimento aos pacientes com Covid-19. Na segunda-feira (23), a Câmara de Vereadores de Torres aprovou em 1a votação, o repasse de R$ 119.752,33 (cento e dezenove mil setecentos e cinquenta e dois reais e trinta e três centavos) para o HSVP. O repasse do recurso deve ocorrer em parcela única e a aprovação final do projeto deve acontecer na próxima segunda-feira (30), durante Sessão Ordinária, no Legislativo de Torres.

Caso seja confirmado o repasse, esse valor vai ser utilizado para a aquisição de materiais e equipamentos para os novos 10 leitos de UTI que devem ser instalados no Hospital, assim como investimento em infraestrutura, conforme plano de trabalho apresentado à Associação dos Municípios do Litoral Norte (Amlinorte). A instalação destes 10 leitos será rateada pelos municípios integrantes da Amlinorte e os valores variam conforme a população de cada cidade. Vale lembrar que recentemente o município de Imbé aprovou semelhante subvenção social para repassar ao HSVP o valor de R$ 81.328,00 (oitenta e um mil trezentos e vinte e oito reais). Ao todo, o hospital osoriense deve receber dos municípios, um valor de aproximadamente 1,17 milhão de reais.

Segundo a justificativa do Projeto elaborado pelo Executivo de Torres, a ampliação dos leitos de UTI no Hospital osoriense tem caráter preponderante para a região, uma vez que, superada a urgência nos atendimentos dos casos de Covid-19, esses leitos permanecerão no Litoral, possibilitando importante incremento no atendimento de saúde em outros casos clínicos de alta complexidade.

De acordo com o presidente do HSVP, Marco Aurélio Pereira, o objetivo é que os novos leitos de UTI estejam funcionando até o dia 1o de janeiro de 2021. Porém, ele ressalva para o trabalho que tem pela frente até a inauguração. “A implantação de uma UTI de 10 leitos não ocorre da noite para o dia. Tem todo um preparo da estrutura física, da instalação dos equipamentos, uma organização da equipe técnica que vai atuar, desde os serviços de higienização até o profissional médico e de enfermagem. Sem contar toda a parte da medicação que vai ser usada”, declarou Marco Pereira.

Os novos leitos vão ser instalados em uma área do Hospital que, no passado, ia ser utilizada para a implantação de uma UTI Neonatal, a qual acabou não sendo realizada. Vale ressaltar que além dos leitos de UTI, o HSVP também vai receber 10 leitos clínicos para tratamento de pacientes com Covid-19. Atualmente, a instituição de saúde conta com 20 leitos, sendo 10 para suspeitos e a outra metade para casos confirmados da doença. Com a implantação dos novos leitos, o Litoral Norte passa de 52 para 62 o número de leitos de UTI disponíveis na região para o atendimento de pessoas com o novo coronavírus.

Foto: Tarsila Pereira