Pelo terceiro ano consecutivo, o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IF-RS) está classificado entre as melhores instituições de ensino do mundo. O ranking é realizado pelo Centro de Classificações Universitárias Mundiais (CWUR) e foi divulgado na manhã desta segunda-feira (26).

Ao todo, duas mil instituições de diferentes países aparecem na lista, sendo 56 do Brasil. O topo do ranking é composto por três Universidades dos Estados Unidos: Harvard (100), Massachusetts (96,7) e Stanford (95,1). A melhor instituição brasileira é a Universidade de São Paulo (105o) com 81,5 pontos, seguida pelas Universidades de Campinas – SP (347º) com 76,0 pontos e a Federal do Rio de Janeiro – UFRJ (360º) com 75,8 pontos.

A primeira instituição gaúcha a aparecer no ranking é a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). A quinta melhor instituição de ensino nacional aparece na 474ª posição no ranking mundial com 74,4 pontos. Na sequência da lista aparecem a Universidade Federal de Pelotas – Ufpel (930º) com 70,7 pontos, a Universidade Federal de Santa Maria – UFSM (1.026º) com 70,1 pontos e a Pontífica Universidade Católica – PUC – de Porto Alegre (1.419º) com 68,1 pontos.

Com 67,8 pontos, o IF-RS aparece na posição de 1.528 em nível mundial, acima da colocação ocupada no ano de 2020, que foi a 1.543. A instituição é a quinta melhor do Estado e 10ª melhor da região Sul. Se considerado apenas o ranking de performance na pesquisa, o Instituto aparece em 1.459, também acima da posição de 2020, que foi a 1.466. Nesse ano o IF-RS terminou na 41ª colocação entre as instituições de ensino brasileiras que aparecem no ranking.

FORMAÇÃO DO RANKING

Conforme o CWUR, a metodologia do ranking considera quatro áreas: Qualidade da educação, emprego de ex-alunos, qualidade do corpo docente e desempenho da pesquisa. O IF-RS destacou-se no desempenho da pesquisa. Ele é baseado em: a) resultado da pesquisa, medido pelo número total de trabalhos de pesquisa, b) publicações de alta qualidade, medidas pelo número de trabalhos que aparecem em periódicos de primeira linha, c) influência, medida pelo número de trabalhos que aparecem em periódicos altamente influentes, e c) citações, medidas pelo número de trabalhos de pesquisa altamente citados.

INSTITUTO FEDERAL DO RS

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS) oferece cursos gratuitos em 16 municípios do Rio Grande do Sul, incluindo Osório. São cursos de nível médio (técnicos que podem ser cursados de forma integrada, concomitante e subsequente ao Ensino Médio), superiores (de graduação e pós-graduação) e de extensão. O IF-RS é uma instituição federal de ensino público e gratuito. No total, são mais de 20 mil alunos em cursos regulares e 200 opções de cursos.

O reitor do IF-RS, Júlio Xandro Heck, falou sobre a conquista. “Mais uma vez – pelo terceiro ano consecutivo – somos reconhecidos por um renomado organismo internacional como uma instituição que produz e propaga conhecimento. E por mais que constar destes rankings não esteja entre os nossos objetivos, ficamos muito felizes por ver o IFRS em destaque. Mas o mais importante disso tudo: espero que sirva para sensibilizar nossas autoridades a olharem com a devida atenção para as instituições públicas de ensino, que são as principais produtoras de conhecimento no Brasil, conforme fica evidente neste ranking”, declarou o reitor do Instituto Federal.

Foto: IF-RS


There is no ads to display, Please add some