O jornalista Laion Espíndula, de 29 anos, natural de Terra de Areia, está entre as 76 vítimas fatais do acidente com o avião fretado pelo time da Chapecoense que caiu, na madrugada desta terça-feira, na Colômbia, com 81 passageiros a bordo. Familiares que moram no município do Litoral Norte aguardam mais informações sobre a tragédia.

O jovem era formando em jornalismo e trabalhava como repórter do Globo Esporte, em Chapecó, Santa Catarina. Ele era especialista em mídias sociais e internet e também atuava como professor universitário. Laion Espíndola viajava para a Colômbia junto com outros jornalistas e a equipe da Chapecoense para realizar a cobertura da final da Copa Sul Americana, cancelada em função da tragédia aérea.